Defensoria Pública informou que vai enviar denúncias de estupro de vulnerável ao Ministério Público. As grávidas têm entre 13 e 15 anos.

A Defensoria Pública Estadual identificou 10 adolescentes grávidas na Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, que fica no Bairro Pedra 90, em Cuiabá.

O órgão deve apresentar ao Ministério Público Estadual (MPE) denúncias de estupro de vulnerável, crime cometido contra meninas menores de 14 anos.

As grávidas têm entre 13 e 15 anos.

O secretário da escola, José Carlos Oliveira, explicou que o alto índice de alunas gestantes é comum na região.

“Nós pedimos a realização de palestras com a participação dos pais, para que eles fiquem cientes da preservação da criança”, afirmou.

Número de gestantes foi descoberto durante mutirão (Foto: TVCA/ Reprodução)

Número de gestantes foi descoberto durante mutirão (Foto: TVCA/ Reprodução)

O número de gestantes foi descoberto durante um mutirão para regularizar a documentação da escola, conforme afirma a defensora pública Rosana Leite.

“Temos que atuar em mais escolas e descobrir se é um caso comum no bairro e tentar diminuir o número de gestantes”, contou.

Com as denúncias, o Ministério Público deve averiguar a situação de estupro de vulnerável, com adolescentes menores de 14 anos.

O objetivo da Defensoria é fazer com que os estudantes possam aproveitar a adolescência, sem maiores preocupações, de acordo com a defensora.

Fonte | G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *