A Central de Recebimento do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev) em Rondonópolis esteve em festa nesta sexta-feira (17) para comemorar ao Dia Nacional de Campo Limpo, 18 de agosto. Autoridades, profissionais ligados ao meio ambiente e ao agronegócio participaram do encontro que marca os dez anos do projeto no Brasil.

Com a alteração da lei original no ano 2.000, a lei 9.974 regulamentou e determinou o compartilhamento de responsabilidades entre o poder público, as centrais de recebimento e os fabricantes de produtos com embalagens pode podem ser reutilizadas.

Desde então, principalmente os proprietários de fazendas que utilizam grandes quantidades de produtos armazenados em recipientes plásticos, está sendo cobrada a correta destinação dessas embalagens e o Inpev é o responsável por receber os materiais.

De acordo com o supervisor da Central de Recebimento do Inpev em Rondonópolis, Ezequiel Binsfeld, o material que é recebido é transformado em 34 artefatos homologados pelo governo federal, dentre eles novas embalagens dos mesmos produtos, tampas e também na construção civil em tubulações de esgoto, conduítes e pallets.

“A logística reversa é importantíssima na cadeia de consumo até chegar na utilização no campo e assim a volta para a destinação correta para reciclagem desses produtos”, destacou o secretário de Estado de meio ambiente, André Baby.

O secretário de Meio Ambiente do município, João Copetti, destacou que o Inpev tem um histórico de crescimento da eficiência desse trabalho tanto do ponto de vista dos produtores quanto ambiental, uma vez que essas embalagens terão a destinação adequada.

Cerca de 400 alunos de 12 escolas da rede municipal de ensino também participaram do evento que premiou os melhores desenhos e redações em um concurso realizado com alunos do 4º e 5º ano e também seus professores.

Fonte | Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *