Caso Pesseghini faz 5 anos e família leva à OEA ‘provas’ para reabrir inquérito

Advogada diz ter levado provas da inocência do adolescente Marcelinho à Organização dos Estados Americanos. Investigação em SP foi arquivada ao concluir que garoto matou pais, avó e tia e se suicidou em 2013. Após cinco anos, advogados dos avós paternos de Marcelo Pesseghini informam ter procurado a Comissão Interamericana de Direitos…Ler mais→