A situação da segurança pública em Rondonópolis suscitou o debate entre os vereadores sobre o funcionamento da Guarda Municipal, na sessão desta quarta-feira (25) da Câmara de Vereadores.

O vereador Jaury Miranda de Moraes (SD), que é líder do prefeito Zé Carlos do Pátio na Câmara, argumentou que o momento é de instalação da Guarda Municipal, pois a mesma já existe no papel, segundo o parlamentar. Ele disse que o ex-presidente da Câmara de Vereadores, Ibrahim Zaher, apresentou no passado uma Lei que cria a referida guarda. “Segurança é obrigação e dever de todos, do município, estado e união, no momento o direito de ir vir está sendo cerceado, algo precisa ser feito”, disse Jaury.

Ele ainda completou explicando que a Guarda Municipal poderia garantir segurança nas escolas e hospitais do município.

O vereador Orestes Miraglia (SD) fez coro a Juary e pediu para que Gabinete de Apoio à Segurança Pública (Gasp) faça um trabalho para estruturar e colocar em funcionamento a Guarda, o mais rápido possível.

Roni Cardoso (PRTB), em discurso, também lembrou da questão da segurança e demonstrou preocupação com as quadras esportivas e praças públicas da cidade. “Temos que pedir à Polícia que esteja presente nestes locais, pois é preciso uma política de combate às drogas”, destacou.

O subtenente Guinancio (PSDB) também alertou sobre a segurança; demonstrou preocupação também sobre a atuação dos flanelinhas na área central da cidade. “Eles estão coagindo as pessoas e ameaçando, isso é crime e precisa ser combatido”, disse. O vereador ainda apresentou um requerimento pedindo uma audiência pública para debater a segurança pública no município.

Jailton do Pesque Pague (PSDB) lembrou também dos problemas das drogas, que estão influenciando na segurança. “Nunca tivemos uma situação tão difícil como essa, a droga virou um câncer em Rondonópolis”.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta