Imagens foram feitas na Escola Estadual Dom Bosco. Em nota, o governo alegou que a distribuição e definição da vida útil dos exemplares são feitas pelo FNDE.

Livros didáticos nunca usados por estudantes estão sendo descartados na Escola Estadual Dom Bosco, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. A denúncia foi feita na Câmara de Vereadores daquele município. Fotos feitas pelos moradores mostram os livros ainda lacrados.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT) alegou que a distribuição de livros didáticos às escolas é feita pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O tempo de vida útil, uso e descarte dos exemplares é definido, segundo o governo, pelo órgão.

Uma normativa da Seduc, entretanto, estabelece que o tempo de vida útil de cada livro é de três anos, “sendo que a escola ainda precisa armazenar o exemplar por dois anos, para então efetuar o descarte”.

Ainda de acordo com a pasta, a unidade escolar foi desativada em 2005 e, desde então, o espaço foi transformado em depósito.

No espaço, segundo o governo, foram armazenados livros vencidos e outros materiais utilizados pelas outras escolas do município.

Atualmente, o prédio da escola passa por reforma e, futuramente, deve virar sede de uma escola militar no município. Por isso, o espaço precisou ser esvaziado e o material guardado encaminhado para a reciclagem ou doação.

O governo afirma ainda que uma empresa de reciclagem foi contatada e está fazendo a retirada dos materiais armazenados no prédio da escola.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta