A comunidade escolar do Centro Popular de Ação Comunitária (CPAC São José) foi mobilizada para participar de uma ação diferente. Eles foram os primeiros a receber o atendimento da Campanha Nacional de busca de Hanseníase e Verminoses, lançada nesta quinta-feira (15) na unidade escolar.

Alunos de escolas municipais e estaduais, de cinco à 14 anos, são o público alvo da campanha. Eles vão receber orientações da equipe da Secretaria Municipal de Saúde sobre a hanseníase e também sobre as verminoses e o formulário onde os pais descrevem como está a saúde das crianças e faz a liberação para participar da campanha.

O objetivo da campanha, conforme a chefe do Departamento de Ações Programáticas do município, Mariúva Valentin Chaves, é identificar casos de suspeita de hanseníase e eliminar os protozoários que causam as verminoses com a ministração do medicamento. “Temos no município 27 mil crianças e a nossa meta é tratar no mínimo 85% das crianças com verminoses”, comentou.

Conforme os técnicos da saúde identificarem a necessidade, as crianças serão encaminhadas para atendimento médico e realização de exames para confirmação dos casos de hanseníase. Os alunos que apresentarem a doença serão levados para tratamento na rede pública de saúde. Já no caso das verminoses basta os pais manifestarem interesse que o município disponibiliza a dose do medicamento na própria escola.

O prefeito Zé Carlos do Pátio participou do lançamento da campanha e ressaltou a importância dos alunos e dos pais estarem envolvidos nas atividades para garantirem mais saúde para as crianças, o que reflete, para ele, na capacidade de aprendizagem das crianças.

As ações da campanha serão realizadas em 77 unidades escolares, como afirmou a secretária de educação do município, Carmem Garcia Monteiro. Ela conclamou toda a comunidade escolar para colaborar na campanha: “Vamos dar vida a esse projeto”.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta