Órgão investiga crimes de corrupção com envolvimento de servidores públicos entre os anos de 2011 e 2014, na gestão de Silval Barbosa.

Powered by Rock Convert

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) prestou depoimentos voluntários durante 4 dias à Controladoria-Geral do Estado (CGE-MT) sobre os casos de corrupção durante a gestão dele. O órgão investiga possíveis crimes de corrupção com envolvimento de servidores públicos e empresas entre os anos de 2011 e 2014.

Os depoimentos à CGE ocorreram durante esta semana e encerram na quinta-feira (18).

“Estamos investigando crimes como pagamento de propina, fraude em licitação, fraude em contrato, aliciamento de servidores e agentes públicos”, afirmou a Secretária Adjunta da CGE-MT, Cristiane Laura de Souza.

Silval se apresentou à CGE para dar detalhe sobre os esquemas já delatados por ele em acordo com a Procuradoria-Geral da República. No depoimento ao órgão, o ex-governador citou cerca de 100 empresas que teriam sido beneficiadas em esquemas de corrupção. Entre as citadas, algumas ainda prestam serviços para a atual gestão, segundo Silval.

Silval Barbosa prestou depoimento voluntário na CGE

Silval Barbosa prestou depoimento voluntário na CGE

“Esse sistema é endêmico, ocorreu há muito tempo e em praticamente todos os governos. Infelizmente a gente ainda vê que isso continua acontecendo, como é o caso da Rêmora”, declarou Silval se referindo a operação que investiga fraudes na Educação.

As investigações da CGE-MT estão sob sigilo. Segundo o órgão, o processo é administrativo e os envolvidos podem ser punidos.

“As empresas podem ter que divulgar que sofreram uma sanção da Administração, podem ser multadas num percentual referente ao faturamento bruto do ano interior a instauração do público, além de ter que ressarcir o erário. Já os servidores podem ser repreendidos ou demitidos”, afirmou Cristiane Laura.

Fonte | G1

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *