O suspeito Satil Evangelista da Silva, 45, que estava foragido da Justiça há 18 anos, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na noite deste domingo (7). Ele estava com a ordem de prisão decretada por estupro de vulnerável, ocorrido em Canarana (a 823 km da Capital).

Satil teve o mandado de prisão expedido, em 2000, acusado do estupro da enteada, D.N.O., na época com oito anos. O paradeiro do suspeito foi descoberto em um trabalho conjunto do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) e Núcleo de Inteligência (NI), da Delegacia de Polícia de Alto Araguaia.

Segundo as investigações, Satil Evangelista vivia tranquilamente em Rondonópolis e frequentava uma igreja evangélica no bairro Vila São Sebastião, onde foi localizado e preso.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta