Ex-governador diz ter sido agredido em Benfica, onde estão presos da Lava Jato. Versão de Garotinho é ‘totalmente duvidosa’, segundo o magistrado que assina o documento.

De acordo com o juiz Ralph Machado Manhães Junior, o TRE recebeu as informações antes das notícias sobre a suposta agressão contra Garotinho na cadeia. O magistrado afirma que recebeu informações de que ele estaria “causando transtornos” e que “teria se autolesionado”.

Ralph cita ainda os vídeos da galeria onde estava Garotinho, dizendo que a versão da agressão é “totalmente duvidosa”. “O caso acima apontado é extremamente grave e merece a devida apuração, o que já está sendo realizado pelo juízo da Vara de Execuções Penais deste Estado”.

O juiz cita ainda um artigo do Código Penal que prevê detenção de até seis meses ou multa por comunicar ocorrência de crime que não tenha ocorrido.

“Fica autorizada ao juízo da VEP [Vara de Execuções Penais], em sintonia com a Seap, a transferência imediata do réu em tela para um Presídio de Segurança Máxima, visando assim garantir a integridade física do acusado e evitar novos questionamentos duvidosos”.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *