Diante de várias queixas de que a classe política de Rondonópolis está inerte a respeito do fechamento da UTI Pediátrica na Santa Casa, que está sem funcionar há 17 dias, o vereador Subtenente Guinâncio (PSDB), durante a sessão da Câmara Municipal de Rondonópolis de ontem, rebateu as acusações. “É importante que a sociedade saiba que nenhum ser humano vai dormir tranquilo, sabendo que uma UTI Pediátrica está fechada. Os vereadores, antes mesmo de políticos, são humanos. Pude assistir o empenho de todos os colegas de Câmara no sentido de que o problema seja resolvido e a UTI Pediátrica reaberta”, disse o parlamentar.

Ele explica que é novo na política, mas tem se empenhado, da sia maneira, no exercício do mandato de vereador. “Vejo muitos companheiros falarem, ‘meu deputado’, ‘meu senador’. Muitos deles têm ligação com os políticos. Particularmente, a minha ligação é mais com o Governo do Estado. Dentro desta proximidade, também estivemos com as autoridades do Governo para cobrar os repasses necessários para o atendimento da UTI Pediátrica e demais setores da saúde”, pontuou o tucano.

O Subtenente Guinâncio ressalta que uma das saídas para sanar a falta de recursos seria instalar a UTI Pediátrica do Hospital Regional, onde teria uma gestão totalmente pública. “Mas o que nós faz pensar o contrário é que os serviços prestados pela Santa Casa têm um valor menor do que quando é executado pelo poder público. Em época de crise, é algo a ser repensado”, concluiu o vereador.

 

Fonte | Jornal A Tribuna

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *