Quem nunca comeu alguma coisa que sabia que não podia e, mesmo assim, não ligou e mandou pra dentro? Na infância, principalmente, era onde mais acontecia. E foi pensando assim que separamos aqui 6 coisas proibidas que você comia na sua infância:

1 – AAS Infantil.

Essa era uma delícia rosa em forma remédio! Mesmo não sabendo para que serviam, ou mesmo do que era feito, as crianças da época amavam. Ele tinha um gosto bem docinho e bem saboroso. E talvez você, até hoje, se pergunta para que ele servia, não é?! Esse comprimido saboroso ajudava a prevenir infarto.

2 – Creme dental Tandy.

Um creme dental que tinha vários sabores e servia para encher a barriga da garotada. Era vendido nos sabores uva, morango e também chiclete. A galera  amava essa “sobremesa”.

3 – Biotônico Fontoura.

Impossível não se lembrar desse. Era um fortificante antianêmico que foi criado em 1910, mas que foi ter seu maior sucesso nas décadas de 80 e 90. Alguns amavam tomar, já outros sentiam ódio, quando as mães obrigavam a toma-lo antes das refeições. E você? Gostava de tomar, ou não fazia parte desse grupo?

4 – Mastiguinhas.

Eram “balas” de vitaminas que a criançada amava ficar mastigando. E, quanto mais você ficasse com ela na boca, mais ela ficava doce. A criançada, ao invés de tomar como se fosse vitamina, o que de fato ela era, ficava o dia inteiro mastigando e dizendo que eram balinhas. O produto, sem mais, sem menos, desapareceu das prateleiras de supermercados e farmácias, para a tristeza de todos.

5 – Brilho para lábios da Moranguinho.

Um brilho que era vendido em uma embalagem com formato de morango, e que a maioria das meninas desejavam ter, ainda mais pela forma que vinha embalada. Como elas eram irresistíveis, por causa do cheiro, a molecada mandava a boca com gosto nele, mas, o gosto não era nem um pouco parecido com seu cheiro, e assim, se decepcionavam ao ver que não era tão agradável quanto imaginavam.

6 – Pastilhas Vick.

Com o seu gosto bastante alterado nos dias de hoje, as pastilhas Vick são feitas para trazer refresco à garganta, porém, a garotada da época amava e, compravam várias para comer, e não para usar como deveria ser usada.

 

Fonte | ONoticioso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *