População ameaça invadir delegacia e linchar suspeito de estupro e morte de garota de 14 anos em Tabaporã/MT

Após o crime ocorrido no último sábado dia 28, populares se revoltaram e houve tentativa de invasão da delegacia de Polícia Civil de Tabaporã (90-km de Porto dos Gaúchos).

A população ameaçava linchar Sinval Gomes Fonseca de 47 anos, suspeito de estupro e assassinato da adolescente Cristiellen Mariana Rezende da Silva de 14 anos.

Segundo informações, ele já tinha passagem por tentativas de estupro na cidade de Juara e ultimamente estava trabalhando em Tabaporã. A Polícia teve que reforçar a segurança da delegacia, e o delegado plantonista Carlos Henrique mobilizou um forte aparato de segurança para poder tirar o suspeito da cadeia em Tabaporã, e transferir para Porto dos Gaúchos.

O crime foi descoberto por volta das 13:30h de sábado, quando a polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência que relatava que um homem estava ensanguentado em uma residência.

Ao chegarem, a polícia constatou que também havia sangue por toda a casa. Na casa estavam representantes do conselho tutelar que buscavam pistas sobre o desaparecimento de a vítima, que tinha problemas mentais.

A polícia iniciou buscas na residência, e o corpo da menina foi encontrado dentro de um colchão de cama box, totalmente despida.

O suspeito acabou confessando o crime e disse que a menina teria ido até a sua residência. Ele ainda tentou suicídio cortando os pulsos, foi levado ao hospital e depois para a delegacia.

Momentos depois da prisão do acusado, várias pessoas se aglomeraram em frente da delegacia, e ameaçavam invadir e linchar o acusado. Nesta segunda-feira dia 30, ele teve a prisão preventiva decretada pela justiça.

Revolta e comoção

O crime causou grande comoção na cidade de Tabaporã. Pelas redes sociais os discursos de revolta e ódio contra o suspeito se multiplicaram.

As escolas paralisaram as atividades nesta segunda-feira dia 30 em solidariedade a família da vítima.

Fonte | Porto Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *