A líder de uma facção criminosa em Sorriso, Mariana Reis Moscatelli de Carvalho, de 25 anos, foi condenada a sete anos de prisão, sendo cinco por integrar o grupo Comando Vermelho que é o 2º maior do país, e mais dois por falsidade ideológica.

Mariana.jpg
Mariana Reis Moscatelli de Carvalho é condenada a 7 anos de prisão

A decisão foi proferida pela juíza da 1ª Vara Criminal de Sorriso, Emanuelle Chiaradia Navarro, na qual aponta que mesmo Mariana não executando os crimes, era ela quem planejava todas as ações. “O quê, dado à demonstração de hierarquia e, consequentemente, a função de comandante/chefe, autoriza a incidência da circunstância que qualifica a infração penal.”

A defesa de Mariana recorreu e tentou a liberdade da cliente, no entanto, a magistrada negou. Dentre os crimes comandados pela jovem estão tráfico de drogas, comércio ilegal de arma e crime contra o patrimônio. Além disso, a ré também era responsável por recrutar novos integrantes para o grupo.

Já em relação aos dois anos por falsidade ideológica, a acusada falsificou uma declaração de união estável para poder entrar no Centro de Ressocialização em Sorriso (CRS), na intenção de visitar os criminosos que estão detidos.

Mariana foi presa em 5 de dezembro de 2016 em Sinop, e está reclusa desde então. Ela já foi detida mais de 10 vezes pelo crime de tráfico no Estado. Por mês, o lucro obtido era de aproximadamente R$ 20 mil. Ela é proprietária de duas casas, sendo uma em Sinop e outra em Sorriso. Na época da prisão foram encontradas cartas em que estava escrito um tipo de orientação para os criminosos.

Fonte | G1 MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *