Empresa de Ibaté-SP desenvolveu sistema de assistência remota que permite operações de manutenção e configuração de máquinas e implementos agrícolas sem a presença imediata de um técnico

O uso de tecnologias de comunicação vem avançando no meio agrícola, o que tem facilitado muito o dia a dia no campo. Hoje, com janelas de plantio cada vez mais curtas, o tempo é algo precioso para o produtor. Na área de máquinas e implementos agrícolas, a pandemia, por exemplo, foi também um momento disruptivo na adequação do trabalho e das relações pessoais por meio do digital.

Muitas empresas, a partir dessa nova realidade, buscaram formas de reinventar o atendimento e a divulgação de produtos e serviços aos seus clientes. A MP Agro Máquinas Agrícolas, de Ibaté-SP, desenvolveu, após essa experiência, uma estrutura de atendimento de assistência remota que permite ao produtor resolver problemas no campo de forma online e fácil. A novidade já existe há um ano e, com isso, ele não precisa aguardar até a chegada do técnico, que pode levar mais de um dia.

Diretamente da fábrica, o técnico auxilia o cliente em qualquer operação de manutenção e configuração das máquinas, como distribuidores de fertilizantes em aço inox, equipamentos que são especialidade da empresa. Sérgio Tavares, técnico de manutenção de máquinas da MP Agro, explica que atualmente os chamados chegam através do WhatsApp e ligações. “Grande porcentagem dos problemas relacionados à elétrica das máquinas em campo, e também de taxa, são solucionados por vídeo chamada, áudios e imagens. Utilizamos nosso próprio painel de taxas, que nos auxilia de forma visual e profissional nos atendimentos”, coloca.

Um exemplo de assistência remota com resultado satisfatório se deu quando um equipamento apresentou, em campo, falhas na calibração. A profissional cita como exemplo, um cliente que reportou à empresa que o seu produto não completava a calibração e havia mensagens de erros na tela do seu controlador. “Através de vídeo chamada e com o apoio do eletricista dele que estava a campo, conseguimos realizar a verificação dos chicotes elétricos da máquina, medições de tensão de trabalho, medições de continuidade dos fios, e chegamos à conclusão de que o sensor indutivo da esteira apresentava falhas de funcionamento e não completava o retorno de feedback ao controlador”, conta Tavares.

Após o diagnóstico, o produtor foi orientado a acionar a revenda responsável pela venda do equipamento MP Agro e a solicitar um novo sensor indutivo. Com o prazo de garantia válido, a revenda emite o Formulário de Análise de Garantia para a MP Agro e, dessa forma, atende o cliente. Já se o equipamento está fora desse prazo o processo é o mesmo, porém, o setor de vendas da marca conduz a solicitação. “Após a conclusão dessa etapa e o sensor indutivo nas mãos do cliente, o nosso setor de pós-vendas fica à disposição para um novo atendimento remoto se necessário”, completa o técnico da empresa.

Aceitação do cliente

Conforme Tavares, a aceitação dos produtores é positiva, pois o atendimento remoto é uma forma de atender a eles o mais rápido possível. Ele destaca, ainda, que é possível evitar transtornos para os clientes, problemas futuros com a aplicação na lavoura, e durante o atendimento ensinar ainda mais os responsáveis pelo dia a dia de trabalho com os equipamentos. “A assistência remota é uma das ferramentas fundamentais na rápida solução às necessidades do cliente e uma forma de economia de custos para a MP Agro”, finaliza o profissional.

MP Agro – Fundada em 2012 e com sede em Ibaté-SP, a empresa nasceu com o propósito de trazer as melhores e mais confiáveis soluções tecnológicas em inox ao mercado agrícola. Possui um portfólio de produtos voltados para distribuição de fertilizantes, o que os tornam especialistas no segmento.

Via | Assessoria   Foto | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta