A Secretaria Municipal de Saúde formalizou o pedido ao Governo do Estado de abertura de leitos de UTI exclusivos para o tratamento de covid-19 nesta terça-feira (12). Atualmente o município conta com 10 leitos de UTI exclusivos e mantidos com recursos próprios para atender apenas moradores de Rondonópolis.

Na data de hoje, a Saúde informou que os 10 leitos de UTI do município estão ocupados e que por isso protocolou o pedido de ajuda ao Estado mostrando a necessidade de ampliar a rede para atender a demanda. Apesar da lotação máxima, por enquanto, não há fila de espera de pacientes de Rondonópolis.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Izalba Alburquerque, dos 10 pacientes internados na UTI, 100% são de pessoas que estão com o calendário vacinal incompleto ou que não tomaram nenhuma dose das vacinas disponíveis.

“Isso é um alerta para a população, os casos aumentaram nos últimos dias, mas é comprovada a eficácia da vacina que está disponível gratuitamente nas unidades de saúde. A pessoa que optou em não se vacinar, precisa entender que os cuidados precisam ser redobrados, porque o vírus ainda está por ai e sem proteção o quadro pode agravar”, alertou Izalba.

Em Rondonópolis já foram aplicadas 499.722 doses da vacina contra a covid-19,  94% da população vacinou com a 1ª dose e 83% com a 2ª dose. Mas o número de faltantes para tomar o reforço é alarmante, pois já passa dos 51%.

No Boletim Epidemiológico divulgado na noite de ontem (11), mostra que há 3.048 casos ativos de covid-19 em Rondonópolis. Desde o início da pandemia, já foram contabilizados 47.910 casos positivos, desse total 981 morreram.

Via | Assessoria   Foto | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta