Um homem de 33 anos foi preso suspeito de agredir gravemente a mulher dele, grávida, e a enteada dele, de 12 anos, em Lucas do Rio Verde, no norte do estado. O caso aconteceu nesse sábado (21).

A investigação começou logo após a Delegacia de Lucas do Rio Verde, ser acionada pelo Hospital São Lucas sobre duas pessoas, mãe e filha, que haviam dado entrada na unidade com graves lesões corporais.

No hospital foi informado que o autor das agressões era o companheiro da mulher, que está gestante. Conforme apurado, além da esposa de 31 anos, o suspeito também agrediu a enteada de 12 anos, a qual apresentava machucados pelo corpo.

A mulher em fase de gestação ficou gravemente lesionada, bem como apresentava dores na região do ventre, razão pela qual a vítima permaneceu internada para acompanhamento médico.

A adolescente contou que foi agredida pelo padrasto com vários socos no rosto e corpo. Na ocasião, ela contou que desde quando o suspeito foi morar com a família no ano de 2020, tanto ela quanto sua irmã de 11 anos, vinham sofrendo abusos sexuais praticados pelo companheiro da mãe.

O suspeito foi autuado pelos crimes de lesão corporal e ameaça no âmbito da lei de violência doméstica e familiar, em concurso material, por duas vezes.

Diante do ocorrido, os investigadores fizeram buscas para localizar o agressor, que foi abordado no bairro Jardim Imperial.

Em seguida ele foi conduzido até a Delegacia de Lucas do Rio Verde, interrogado pelo delegado plantonista João Antônio Torres, e preso pelos crimes de violência doméstica e familiar, de lesão corporal e ameaça.

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar os possíveis crimes de estupro de vulnerável cometidos pelo agressor, em desfavor das duas enteadas menores de idade.

Via | G1   Foto | Arquivo
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta