O policial militar da reserva Gilson Babuena matou a esposa, um sobrinho e tentou matar o filho de 17 anos na residência da família, localizada no bairro de Partenon, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na quinta-feira (28). Logo depois, o agente tirou a própria vida.

O delegado que investiga o caso acredita que a motivação do crime sejam dívidas. Segundo a investigação, Gilson estava deprimido.

O filho, atingido com um tiro de raspão na cabeça, conseguiu descer as escadas da residência e pediu socorro em uma padaria. Seu estado de saúde ainda não foi divulgado, mas o jovem segue internado.

Uma perícia foi feita no local, e a polícia continua investigando a motivação do crime.

No dia anterior ao assassinato da família, houve outro caso parecido. Um empresário de 44 anos matou a esposa, o filho, a sogra e a mãe e depois tirou a própria vida em um condomínio de alto padrão, também em Porto Alegre.

O homem devia cerca de R$ 30 milhões e, de acordo com a investigação, a motivação do crime também teria sido dívidas acumuladas.

Via | R7   Foto | Reprodução
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta