O endereço da antiga rede social Orkut foi reativado na última quarta-feira (27). A página inicial da rede contém uma mensagem do fundador da plataforma, Orkut Büyükkökten, que disse estar “construindo algo novo” e promete novidades em breve.

A mensagem fez muitos especularem que a rede social criada pelo engenheiro de software e operada pelo Google, pode voltar de alguma forma em breve.

“Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula”, afirmou a mensagem de Orkut, que analisou o cenário atual de redes sociais, e foi publicada dias após o bilionário Elon Musk comprar o Twitter.

No feed do Twitter, a novidade virou um dos assuntos mais comentados e tema de piadas e nostalgia.

Sucesso no Brasil

O Orkut foi fundado em 2004 e chegou a ter 300 milhões de usuários — 30 milhões deles no Brasil.

A rede social não possuía feed ou timeline, como se tornou padrão atualmente. As conversas eram eram focadas em comunidades, que imitavam o modelo de fóruns populares dos anos 90 e início dos anos 2000.

Em 2014, em um cenário de clara dominância do Facebook, o Google encerrou a rede social, e anunciou que focaria em componentes sociais do YouTube e Blogger, além da própria rede social, o Google+, que nunca decolou.

Em 2016, o próprio Orkut lançou uma rede social que não fez sucesso: a hello network, que funcionava para agregar usuários em círculos de interesse.

Apesar de mudanças e tentativas de gerar crescimento, a rede social teve pouco mais de 1 milhão de usuários e acabou extinta em 9 abril. O retorno do Orkut pode ser uma nova tentativa do engenheiro criar algum site social.

Via | R7   Foto | Reprodução
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta