Uma trabalhadora doméstica de 36 anos denunciou ter sido vítima de racismo após uma moradora do condomínio de luxo onde ela trabalha a chamar de ‘urubu preta’, em Sinop, no norte do estado. No boletim de ocorrência, registrado nessa quarta-feira (13), a vítima afirma que o caso ocorreu no dia 7 deste mês.

Segundo a Polícia Civil, a trabalhadora relatou que estava se identificando na portaria do condomínio quando chegou uma moradora em um carro e passou a ofende-la.

Conforme o relato da vítima à polícia, a suspeita estava alterada e chegou buzinando, falando que ali não era lugar para ela. Em seguida, passou a fazer ofensas devido à cor da pele.

Ainda de acordo com a polícia, após a suspeita passar a cancela para entrar no condomínio, ela parou ao lado da trabalhadora e disse: ‘sai da frente sua urubu preta’.

A vítima afirmou que se sentiu-se muito constrangida e decidiu registrar a ocorrência contra a moradora.

A Polícia Civil investiga o caso.

Via | G1   Foto | Notícia Exata
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta