A novela expõe a beleza selvagem da região pantaneira

Devido as gravações do remake do Pantanal muitos atores da novela não escondem o encanto e a surpresa com a beleza da região, que está situada entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Por incrível que pareça, a maior planície alagada do mundo — considerada pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera — é pouco visitada pelos brasileiros.

A grande estrela do Pantanal

Quem vê as imagens da novela, já consegue perceber o quanto a região pantaneira é exuberante, com um bioma rico, numa paisagem plana, com áreas alagadas, que refletem a luz do dia e explode em cores com o por do sol. Por ser uma região pouco povoada, quem chega de grandes cidades, consegue notar o silêncio e ao mesmo tempo perceber os ruídos da natureza, como o canto dos pássaros, a presença dos animais e o mover dos ventos na vegetação. A beleza é estonteante e agrada aos visitantes, que podem se aventurar pelo Pantanal e viver experiências inesquecíveis.

Imensidão de água e paisagens maravilhosas

O ciclo das águas — a cheia, a vazante e a seca — rege a paisagem e a vida no Pantanal. Em cada período a paisagens se transforma, dando uma beleza e sensações diferentes aos moradores e visitantes. Na cheia o deslocamento poderá ser feito mais com barcos; na seca dá para fazer até caminhadas; a cavalgada pode ser feita em local seco ou alagado, depende do espírito aventureiro de cada um; mas, tem também os safares por água ou com veículos apropriados, diurnos ou noturnos. O que não falta é aventura!

Para Eduardo Eubank, diretor da Pousada Piuval — referência em sustentabilidade —, que fica na Estrada Transpantaneira, Km 10, na Zona Rural de Poconé (MT), o Pantanal é mais visitado por turistas estrangeiros do que por brasileiros. “Esperamos que a estreia da novela Pantanal leve os brasileiros a se interessarem mais por esse Patrimônio Natural, visitando de forma consciente, apoiando a preservação da natureza e movimentando o setor de turismo na região, que é muito importante para empregabilidade e a economia local”, explica.

No Pantanal o amanhecer é lindo e o entardecer, encantador. As aves demonstram o capricho da natureza com suas cores exuberantes, como as da arara-azul-grande, tuiuiú, tucano, periquito, garça-branca, jaburu, beija-flor, socó, ema, seriema, papagaio, gavião (de várias espécies), curicaca, entre muitas outras. Os mamíferos, como a capivara, lobinho, veado-campeiro, veado-catingueiro, lobo-guará, macaco-prego, cervo-do-pantanal, porco-do-mato, tamanduá, cachorro-do-mato, anta, bicho-preguiça, ariranha, suçuarana, quati, tatu e a maior estrela do local, que é a onça-pintada (que merece um passeio só para saber onde ficam e costumam se mostrar), são um show à parte e podem ser vistos com certa facilidade. Fáceis de ver também são os répteis, como jacarés (que ficam enfileirados nas beiradas dos alagados e rios), jabutis e cágados. As temidas cobras nem sempre são vistas facilmente!

Pousada hotel sustentável que fica em meio a natureza

Próximo à Transpantaneira e totalmente dentro do Pantanal, a Pousada Piuval — uma ex-fazenda, vencedora do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2017/2018 nas categorias Meio de Hospedagem e Top Sustentabilidade —, permite aos turistas, ao saírem dos seus quartos, terem a impressionante visão da imensa planície pantaneira. “Na pousada todo o sistema é voltado para a preservação do meio ambiente, com reconhecimento sustentável pela norma 15401 da ABNT, em parceria com o MTur. É possível sim fazer turismo de qualidade sem degradar o meio ambiente. Afinal, toda essa beleza pantaneira merece ser preservada!”, explica Eubank.

Como chegar:

Voos vindos das principais capitais chegam ao aeroporto de Cuiabá, podendo pegar um translado que segue pela MT-060 até Poconé (104 km). A Pousada Piuval fica na Estrada Transpantaneira, Km 10 — Zona Rural de Poconé (MT).

Pacotes:

  • Feriado da Paixão de Cristo (2 noites e 3 dias) em apartamento duplo: o pacote com pensão completa varia entre R$ 2.922,00 a R$ 4.380,0, dependendo do apartamento escolhido. Incluso ceia com música
  • Feriado da Tiradentes (3 noites e 4 dias) em apartamento duplo: o pacote com pensão completa varia entre R$ 3.896,00 a R$ 5.850,0, dependendo do apartamento escolhido. Incluso ceia com música
  • Feriado Corpus Christi (3 noites e 4 dias) em apartamento duplo: o pacote com pensão completa varia entre R$ 3.896,00 a R$ 5.850,0, dependendo do apartamento escolhido. Incluso ceia com música

Sobre a Pousada Piuval:

 

Fundada em 1989, a Pousada Piuval rendeu o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2017/2018 nas categorias Meio de Hospedagem e Top Sustentabilidade. Instalada a 110 km de Cuiabá e a 10 km de Poconé, no Mato Grosso, a pousada pantaneira, que completou 30 anos em 2019, agora é também uma referência em sustentabilidade. Entre as ações da hospedagem, estão a coleta e a separação do lixo para reciclagem; recolhimento da água da chuva para reúso na jardinagem; reutilização das águas cinzas do chuveiro, da pia e do ar-condicionado — que são tratadas e voltam para o vaso sanitário; placas solares instaladas no teto de um dos blocos que captam energia para os chuveiros elétricos; bloqueadores de energia nos quartos e lâmpadas de LED. Dos 30 apartamentos da hospedagem, 20 seguem princípios da arquitetura sustentável, com madeira de reflorestamento. Para reduzir o lixo, foram estabelecidas boas práticas na cozinha, o que também garante a segurança alimentar dos hóspedes.

Com todo um sistema voltado para a preservação do meio ambiente, a Pousada Piuval foi reconhecida como sustentável pela norma 15401 da ABNT, em parceria com o MTur. “Todos os funcionários são membros da comunidade local, que abraçam a causa e se preocupam com a sustentabilidade do negócio. Para inserir a comunidade no nosso progresso, desenvolvemos ações socioculturais e somos parceiros do Projeto Guia Mirim, para formar novos guias de turismo em Poconé”, explica Eduardo Eubank, diretor do empreendimento.

Com uma história familiar, a pousada se originou da fazenda Ipiranga, que recebeu uma primeira leva de estrangeiros em 1989 e cresceu gradualmente com aprendizado prático no negócio conduzido pela família Campos: os pais, João Losano e Dioripes, estão à frente da empresa, com os filhos João Losano Júnior, Beatrice e Eduardo. O caçula Eduardo, que se formou em Administração, foi responsável, em 2004, por profissionalizar a empresa, separando a gestão da pousada da fazenda da família. Hoje, com mais de 30 funcionários, a Pousada Piuval já é Empresa de Pequeno Porte (EPP) e venceu, em 2016, o Prêmio MPE Brasil — concedido anualmente pelo Sebrae e pelo Movimento Brasil Competitivo — nas categorias Responsabilidade Social e Turismo.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta