O Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis Terezinha Silva de Souza (Sanear) está distribuindo desde o último dia (7), porta a porta, em cerca de 88 mil estabelecimentos comerciais, residências, públicos e filantrópicos o relatório que comprova a qualidade da água que abastece Rondonópolis referente ao ano base de 2021.

O sistema de abastecimento de água em Rondonópolis é constituído por uma ETA – Estação de Tratamento de Água, suprida por uma captação superficial do Rio Vermelho e 40 poços tubulares profundos.

Para controlar a qualidade da água e garantir que o produto esteja dentro dos parâmetros estabelecidos na Portaria de Consolidação nº 05, Anexo XX de 2017, do Ministério da Saúde, o Sanear possui laboratório próprio de análises físico-química (parâmetros básicos) e bacteriológica, as demais análises estabelecidas pela referida Portaria, para todas as unidades de produção (ETA e poços), foram realizadas por laboratório contratado. As amostras são coletadas em pontos estratégicos na rede de distribuição, para atender ao número legal de amostras exigidas pela legislação. Quando observada alguma anomalia, o Sanear efetuará descargas na rede ou medidas necessárias, com o objetivo de restabelecer as condições ideais de qualidade da água.

O PROCESSO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

Captação: sistema para coletar água no manancial (rio);

Bombeamento e adução; sistema que conduz a água captada até a Estação de Tratamento (ETA);

Coagulação: adição de produto químico (hidróxido de cálcio e sulfato de alumínio) para separar as impurezas da água;

Floculação: processo para juntar partículas de sujeira;

Decantação: as partículas mais pesadas vão para o fundo do decantador por ação de gravidade;

Filtração: o filtro tem a função de eliminar as partículas menores;

Desinfecção: elimina os microorganismos prejudiciais (patógenos) ou não, garantindo padrão de potabilidade da água que será distribuída;

Reservação: depósito utilizado para armazenamento e distribuição de água tratada;

Distribuição: conjunto de tubulações interligadas que distribuem a água para o consumo da cidade;

Nos poços que compõem o SAA – Sistema de Abastecimento de Água de Rondonópolis é realizado a desinfecção com hipoclorito de cálcio e os mesmos são monitorados com a frequência estabelecida pela legislação.

SIGNIFICADOS DOS PARÂMETROS ANALISADOS

Turbidez : partículas em suspensão deixando a água turva;

Cor: ocorre devido às substâncias dissolvidas na água;

pH: Indica o quanto a água é ácida (pH abaixo de 7) ou alcalina (pH acima de 7);

Cloro residual livre: indica o cloro presente na forma dissociada, ou seja, livre. Sua presença assegura a qualidade bacteriológica da água;

Coliformes Totais: indicador utilizado para medir a contaminação por bactérias proveniente da natureza;

E. coli: Indica a possibilidade de presença de organismos causadores de doenças. Sua análise só é realizada quando constatada a presença de coliformes totais.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta