O Ministério da Saúde determinou a apreensão de lotes de três marcas de fórmulas infantis da empresa norte-americana Abbot Nutrition por estarem contaminadas com bactérias. Na última segunda-feira (28), a farmacêutica anunciou um recall voluntário dos produtos depois que quatro bebês foram internados com infecções bacterianas após consumir o produto nos Estados Unidos. A morte de uma criança também é investigada.

Os produtos podem estar contaminados com as bactérias cronobacter sakazakii e salmonella. De acordo com a resolução publicada nesta sexta-feira (4) pelo governo brasileiro, está proibida a comercialização, distribuição, Importação, propaganda e uso da fórmula.

O alerta vale para lotes das marcas Similac, Alimentum e Elecare, e também foi emitido pela FDA (Food and Drug Administration), espécie de vigilância sanitária dos Estados Unidos, que pediu aos consumidores que não comprem ou usem essas fórmulas infantis em pó ou qualquer outra fabricada nas instalações da empresa em Sturgis, no estado de Michigan.

“A FDA está investigando queixas de quatro infecções infantis em três estados. Todos os casos relacionados aos produtos terminaram em hospitalizações e a Cronobacter spp. [bactéria oportunista] pode ter contribuído para uma morte”, alertou a FDA.

As fórmulas são recomendadas para crianças com intolerância à lactose, alergias alimentares graves, síndrome do intestino curuto ou distúrbios intestinais.

A agência informou que deu início a inspeção na fábrica da empresa e encontrou amostras positivas da contaminação. A Cronobacter pode causar infecções graves no sangue e meningite, com risco de morte; enquanto a Salmonella causa doenças gastrointestinais e febre.

Nota enviada pela Abbot

Na Abbott, a saúde e a segurança de nossos consumidores é uma prioridade. Nenhum produto nutricional da Abbott vendido no Brasil está afetado por este recolhimento. Nossos produtos são seguros, sinta-se confiante para utilizá-los.

Via | Redação com R7
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta