O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou nesta quinta-feira (3) que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estuda rebaixar o status da Covid-19 no Brasil de pandemia a endemia.

O debate ocorre depois que países como Dinamarca, Espanha e Reino Unido tomaram a iniciativa. Com a mudança, medidas de segurança como o uso de máscara, distanciamento social, restrição de acesso a determinados lugares, fechamento de espaços e uso de álcool em gel devem ocorrer de forma pontual.

Desde março de 2020, a OMS (Organização Mundial de Saúde) classifica a situação que o mundo vive de pandemia, quando uma doença afeta diversos países e continentes e atinge um grande número de pessoas. Já a endemia é o status de doenças recorrentes, típicas, que se manifestam com frequência em determinada região, mas para as quais a população e os serviços de saúde já estão preparados.

“Em virtude da melhora do cenário epidemiológico e de acordo com o § 2° do art. 1° da lei 13.979/2020, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estuda rebaixar para ENDEMIA a atual situação da COVID-19 no Brasil”, informou Bolsonaro em uma rede social.

A discussão oficial com o corpo técnico da pasta deve ter início em quatro a cinco semanas e envolverá as Secretarias de Saúde dos estados e do Distrito Federal e seus Conselhos de Saúde. A alteração conta com apoio da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), segundo o governo.

Via | R7
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta