Três alunos e um professor de cursinho foram presos em Cáceres, suspeitos de tentarem fraudar a prova do concurso da Segurança Pública, nesse domingo (20). O candidato teria contratado um professor de cursinho para fazer a prova no lugar dele. Outros dois alunos que seriam beneficiados também foram presos.

O concurso foi realizado em todo o estado.

De acordo com as informações da Polícia Civil, a equipe foi até um dos locais de provas após receber uma denúncia de que um candidato teria contratado uma pessoa para fazer a prova no lugar dele.

Ao chegar no endereço, constatou que a pessoa que estava fazendo o exame tinha características físicas totalmente diferentes do candidato do concurso.

A pessoa que estava no lugar do candidato foi retirada da sala pela coordenação do concurso e levada para outro ambiente da escola, onde confessou aos policiais que faria a prova em lugar de outro, como um favor.

Esta pessoa se identificou como agente penitenciário e professor de cursinho. Ele também relatou que o candidato faria a prova em outra sala, utilizando os documentos dele, ou seja, se passando pelo professor do cursinho.

Os policiais civis identificaram o segundo suspeito em outro local e com ele foi localizado um documento em nome do agente penitenciário.

Ao encaminhá-lo para a viatura, os investigadores notaram um volume na sua cintura. Questionado pelos policiais, ele confessou ser um celular, que estava envolto em material com silicone para tentar dissimular o sinal e a fiscalização.

Disse ainda que pelo celular, o falso o professor, que faria a prova em outro local, passaria as respostas da prova a mais dois alunos.

Estes dois foram localizados pela equipe policial e conduzidos à Delegacia de Cáceres.

Com eles também foram encontrados aparelhos celulares escondidos em uma caixa de silicone, como tentativa de burlar a fiscalização.

Conforme declarações dos suspeitos, eles haviam combinado sinais para o recebimento das respostas da prova.

A ação policial identificou todos os envolvidos, que foram excluídos do concurso público.

O concurso

Provas objetivas do concurso da Segurança Pública de MT foram aplicadas nesse domingo — Foto: Michel Alvin/Secom-MT

Provas objetivas do concurso da Segurança Pública de MT foram aplicadas nesse domingo — Foto: Michel Alvin/Secom-MT

As provas do concurso público das forças de segurança de Mato Grosso foram realizadas nesse domingo (20). Ao todo, 66 mil pessoas estavam inscritas.

O concurso é realizado para formação de cadastro de reserva. Entretanto, o governo promete chamar 1.200 classificados ainda em 2022. As provas estão sob responsabilidade da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O concurso foi prometido pelo estado desde 2016.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta