Cerca de 200 profissionais da educação foram capacitados para realizar os procedimentos no Sistema Educacenso e declarar dados. Treinamento foi remoto

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) concluiu, nesta terça-feira, 15 de fevereiro, o treinamento de coordenadores estaduais e responsáveis pelos municípios capitais visando à segunda etapa do Censo Escolar 2021 (Situação do Aluno). Cerca de 200 pessoas passaram pela capacitação — desde a última segunda-feira (14) — para realizar os procedimentos no Sistema Educacenso e declarar os dados da pesquisa estatística.

Técnicos do Inep orientaram os responsáveis sobre o preenchimento correto das informações no sistema. A equipe técnica do Instituto também detalhou os principais pontos dos relatórios, entre outros procedimentos que deverão ser realizados por meio do Educacenso. O treinamento, que ocorre anualmente, foi realizado por meio de reuniões virtuais. Até 2019, os encontros eram presenciais e organizados a nível regional. A partir de 2020, com o cenário da pandemia de covid-19, o ambiente virtual foi adotado como estratégia para a manutenção dos processos da pesquisa.

Na segunda etapa do Censo Escolar 2021, o Inep também aplicará, pelo segundo ano consecutivo, o questionário sobre a “Resposta educacional à pandemia de covid-19 no Brasil”. O levantamento foi feito, pela primeira vez, na Situação do Aluno de 2020, com o objetivo de verificar as consequências da crise sanitária no sistema educacional, além de mapear as estratégias adotadas pelas escolas para minimizar os danos no ensino e na aprendizagem. Na capacitação, os técnicos do Inep também apresentaram orientações sobre a pesquisa.

Segunda etapa – Durante o período de declaração sobre a Situação do Aluno, gestores das escolas e das redes de ensino devem enviar as informações de movimento e rendimento dos estudantes, ao término do ano escolar. A coleta vai até o dia 17 de março.

Primeira etapa – Os dados da primeira etapa do Censo Escolar 2021 foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Inep no dia 31 de janeiro. Essa parte inicial da pesquisa traz informações sobre todas as escolas, os professores, gestores e turmas (nas suas diferentes etapas), além de revelar dados relativos aos alunos e suas características. As informações coletadas estão disponíveis no portal do Inep.

Censo Escolar – Principal pesquisa estatística da educação básica, o Censo Escolar é coordenado pelo Inep e realizado, em regime de colaboração, entre as secretarias estaduais e municipais de Educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do País. O levantamento abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: ensino regular, educação especial, educação de jovens e adultos (EJA) e educação profissional.

As matrículas e os dados escolares coletados servem de base para o repasse de recursos do Governo Federal e para o planejamento e a divulgação de dados das avaliações realizadas pelo Inep. O censo também é uma ferramenta fundamental para que os atores educacionais possam compreender a situação educacional do Brasil, das unidades federativas e dos municípios, bem como das escolas, permitindo acompanhar a efetividade das políticas públicas.

Essa compreensão é proporcionada por meio de um conjunto amplo de indicadores que possibilitam monitorar o desenvolvimento da educação brasileira, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (ldeb), as taxas de rendimento e de fluxo escolar, a distorção idade-série, entre outros. Todos eles são calculados com base nos dados do Censo Escolar e também servem de referência para o acompanhamento das metas do Plano Nacional da Educação (PNE).

Acesse o Sistema Educacenso
Confira as orientações para a etapa Situação do Aluno
Saiba mais sobre o Censo Escolar

Via | Assessoria de Comunicação Social do Inep

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta