Uma idosa de 78 anos, que mora no Rio Grande do Sul, acordou após ter sido dada como morta em uma unidade de saúde de Cidreira. De acordo com o site BHAZ, um funcionário da funerária que organizava o velório da idosa notou que ela estava viva quando foi retirar o corpo do necrotério.

Segundo os familiares, o óbito de Clotilde Rieck foi confirmado depois que ela sofreu duas paradas cardíacas, no dia 31 de dezembro.

Em nota, a Prefeitura de Cidreira disse que pediu o afastamento da médica que atestou o óbito da idosa.

“No mesmo instante, contatei a diretora do Posto 24h para me inteirar dos fatos e determinei que fosse prestada toda assistência à paciente e seus familiares e que a médica fosse dispensada do seu plantão imediatamente”,

diz trecho da nota.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade.

Segundo o BHAZ, a coordenadora do posto de saúde, Irene Mendes, disse que a certidão de óbito chegou a ser emitida, mas acabou não sendo entregue aos familiares da idosa porque não houve confirmação da morte.

Idosa passa bem e está “perplexa”

A sobrinha da idosa Bianca Schneider disse que Clotilde foi transferida para a Santa Casa de Porto Alegre, onde permanece internada.

Segundo Bianca, a idosa está respirando normalmente e “evoluindo muito bem”. A família contou ainda que a idosa ficou sabendo do que lhe aconteceu nessa sexta-feira (7) e quase não acreditou porque estava inconsciente. “Ela está perplexa”, contou a sobrinha.

Via | Ricmais
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta