A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) inicia, neste mês de novembro, o pagamento de um total de R$ 31,5 mil em subvenções a produtores de borracha extrativa do estado de Mato Grosso.

Os benefícios foram concedidos por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) e irão contemplar nove extrativistas que residem nos municípios de Juara e Porto dos Gaúchos. Eles comprovaram a comercialização dos produtos com valores abaixo do mínimo estabelecido pelo Governo Federal, conforme regra estabelecida pela PGPM-Bio.

Ao todo, a política ampara a comercialização de 17 produtos extrativistas, dentre eles açaí, andiroba, babaçu, baru, borracha extrativa, buriti, cacau extrativo, castanha-do-brasil, juçara, macaúba, mangaba, murumuru, pequi, piaçava, pinhão, pirarucu de manejo e umbu. No estado de Mato Grosso, a demanda atual é pelo pagamento referente à borracha extrativa.

Além da sustentação de preços de produtos da sociobiodiversidade, garantindo uma complementação na renda dos extrativistas, a PGPM-Bio também tem impacto positivo na questão ambiental, contribuindo com a redução do desmatamento.

Via | Assessoria Conab
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta