Dois homens foram presos em flagrante nessa terça-feira (23) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da capital e relataram que acharam fácil entrar na casa e por isso voltaram pela segunda vez.

A dupla é suspeita ainda de dois furtos contra uma empresa de eletrônicos, também no centro da cidade.

O primeiro suspeito disse aos policiais que entrou no imóvel durante a madrugada com auxílio do comparsa, que ficou vigiando a rua. Os produtos levados da casa, a dupla informou que vendeu em um ponto de prostituição no Porto.

Os dois relataram que acharam fácil entrar no imóvel e então resolveram voltar no período da tarde e furtar novamente a residência.

Segundo a Polícia Civil, a vítima relatou que acordou na manhã de segunda-feira e viu que a porta dos fundos da residência estava arrombada e alguns objetos da casa foram levados.

A moradora informou que saiu para trabalhar e quando voltou a sua residência, às 17h50 da segunda-feira, foi alertada por um vizinho que viu uma pessoa sair do local levando alguns objetos. Ao entrar no imóvel, ela encontrou móveis revirados.

A equipe de investigação iniciou buscas nas proximidades do endereço da vítima, com base nas imagens de câmeras. No Porto, próximo à praça do bairro, onde há pontos de uso de drogas, os policiais identificaram o primeiro suspeito, que estava com a mesma roupa usada no momento do furto à residência.

Quando foi questionado sobre o crime, ele assumiu a autoria e apontou onde estaria o outro suspeito. Ao ser localizado, o segundo autor dos furtos estava alterado e resistiu à prisão.

Com a identificação da dupla, os policiais da Derf constataram que ambos são também os responsáveis pelo furto a uma loja de produtos eletrônicos, no centro de Cuiabá.

O crime ocorreu na madrugada do dia 11 de novembro, quando a dupla danificou o forro, entrou no imóvel e arrombou o cofre da loja levando dinheiro e produtos eletrônicos. Como no furto à residência, também na loja a dupla criminosa entrou em dois momentos diferentes, levando dinheiro na primeira vez.

Os dois foram autuados em flagrante pelo delegado Guilherme Bertoli pelo crime de furto qualificado. De acordo com o delegado, a dupla é contumaz na prática de crimes contra o patrimônio, com extensa ficha criminal e diversos registros por furto, roubo, ameaça, desobediência disparo de arma de fogo e tráfico de drogas.

O delegado encaminhou representação ao Poder Judiciário pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta