Primeiras turmas iniciaram os estudos em fevereiro deste ano

O sonho de concluir uma qualificação profissional vai se tornar realidade para 1.074 alunos das primeiras turmas do curso de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS) com ênfase em Endemias de Mato Grosso.

As cerimônias presenciais de formaturas, com direito a diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), dessas primeiras turmas acontecem a partir desta quarta-feira (24.11), no município de Confresa, uma das cidades polos do curso, com a formação de 50 alunos.

As formaturas também acontecem nos municípios de Barra do Garças (26.11), com 100 alunos; Campo Verde (27.11), com 41 alunos; Rondonópolis (28.11), com 250 alunos; e Tangará da Serra (30.11), com 98 alunos. Em dezembro, alunos das regiões de Cáceres (03.12), com 74 alunos; Sorriso (06.12), com 111 alunos; e Alta Floresta (08.12), com 74 alunos, receberão a diplomação.

Os eventos terminam em Cuiabá, no dia 14 de dezembro, com a entrega dos diplomas para 276 alunos da Capital e de Várzea Grande em solenidade realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), idealizadora do projeto.

A capacitação no formato de Ensino à Distância (on-line), voltada exclusivamente aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate à Endemias (ACE) de Mato Grosso, teve início em fevereiro deste ano.

Totalmente gratuito, inclusive com direito a material didático digital e impresso, apoio pedagógico com tutores on-line e atividades práticas, o curso é pioneiro na modalidade de formação técnica oferecida por uma Câmara Estadual, representante do povo, que é a Assembleia Legislativa, com execução do Instituto Brasil Adentro (IBA). Além da Casa de Leis, o curso teve apoio do Governo Estadual, Secretarias e Prefeituras Municipais das cidades polos.

As solenidades seguirão todos os protocolos de biossegurança, como uso de máscara facial, álcool gel, dentre outros.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta