A Prefeitura de Rondonópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMMA, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA-MT); Juizado Volante Ambiental, e Câmara Municipal convidam a população das comunidades circunvizinhas, para a solenidade de plantio e criação do memorial às vítimas da pandemia do Coronavírus/ Covid-19 no município, que acontece neste sábado (20) a partir das 7h30, Avenida Contorno Sul, Quadra 14, no bairro Vila Rica.

O local escolhido para sediar o memorial, é uma APP – Área de Preservação Ambiental Permanente de 10 mil m², onde inclusive, fica a nascente do “Córrego do Poço”, e que até recentemente, abrigava um assentamento irregular com dezenas de famílias.

Vale ressaltar que além do memorial às vítimas da Covid que será identificado com uma placa de metal, a ação também carrega uma preocupação ambiental importante pois pretende recompor a vegetação da área, com o plantio de mudas de várias árvores nativas, entre elas: ingá, jatobá, jacarandás, angico, aroeira, incluindo ipês de várias cores, todas, cedidas/doadas pelo Viveiro Municipal.

Conforme informações do Secretário de Meio Ambiente Leandro Bernardo Leite, inicialmente serão plantadas 942 mudas, representando cada vítima da Covid-19 na cidade durante a pandemia.

Lembrando que Rondonópolis é um dos 60 municípios do Estado a aderir a ideia lançada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) de construir um memorial através do plantio de mudas de árvores nativas como forma de homenagear as pessoas que infelizmente perderam a vida para o vírus nesta pandemia.

Reforçando que o viveiro municipal local também fará a doação de outras 750 mudas para a construção de memoriais em outros municípios da região Sudeste do Estado.

O secretário explicou que após a desocupação do local, foi feita a limpeza da área e estão sendo iniciados os trabalhos de recuperação ambiental, e o respectivo cercamento do espaço. “Então, com o espaço devidamente cercado e preservado, as mudas que serão plantadas no local servirão para reforçar a vegetação já existente e a proteção da nascente que tem lá”, ressaltou Leandro.

Acrescentando ainda que o plantio de árvores na área também será uma forma de sensibilizar os moradores sobre a necessidade de preservação não apenas da área de APP em si, bem como do bairro todo, e sobretudo, do cuidado que se deve ter com o meio ambiente em geral.

Lembrando que além da SEMA-MT, autora da ideia de criação do memorial, participam ativamente da ação a Prefeitura Municipal através da SEMMA local, bem como parceiros como: JUVAM – Juizado Volante Ambiental; Câmara Municipal; Polícia Militar Ambiental, Ministério Público do Estado – MT, além de diversas entidades da sociedade civil organizada.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta