Produzir panetones para comercializar no final de ano ou economizar fazendo a própria receita para servir na ceia de Natal para os familiares é uma boa pedida. Pensando nisso, as Secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciti) e de Promoção e Assistência Social (Sempras), em parceria com a Obra Kolping, ofertaram o curso de panetone, que ocorreu desde segunda-feira (8) no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) Ana Carla e do qual participaram 16 alunas. Com duração de uma semana e totalizando 20 horas-aula, as lições tiveram seu encerramento hoje (12) com a mesa posta com o pão natalino.

Nosso intuito é qualificar esse público dando a essas alunas, com esse aprendizado, a oportunidade de agregar renda. Então, aproveitamos o período próximo do Natal para prepará-las para o que os consumidores esperam agora, que é o panetone. Aliás, essa é uma preocupação do prefeito José Carlos do Pátio, que sempre busca adaptar as qualificações à época do ano e à realidade do mercado no momento”, comenta a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Neiva de Cól.

Essas lições sobre a arte de cozinhar vão ser bem aproveitadas, conforme compartilha uma das alunas, a dona de casa Sandra Braga: “Aprendi bastante sobre culinária. Não sabia fazer panetone e, agora, vou preparar para meus parentes saborearem nas festas de fim de ano. E vou ficar de olho nos próximos cursos oferecidos pelo Cras para poder participar”.

Voltados aos cuidados com os mais vulneráveis, visando prevenir situações de risco social por meio do estímulo ao desenvolvimento de habilidades e potenciais, os Cras são espaços de convivência social e familiar que trabalham o fortalecimento de vínculos por meio dos serviços, programas e benefícios ofertados à população de baixa renda.

Essas qualificações são uma forma eficaz de promoção, de fato, para esses usuários que nós atendemos nas unidades do Cras. Então, elas fortalecem os pais, as mães, os filhos, enfim, a família. E quando fortalecemos o todo ofertando conhecimentos que podem se transformar em renda, proporcionamos autonomia aos cursistas e mais qualidade de vida ao grupo familiar”, observa a secretária de Promoção e Assistência Social, Iriana Cardoso.

Via | Assessoria  Foto | Wheverton Barros
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta