A Polícia Civil de Mato Grosso deu apoio nesta quinta-feira (10.11) à Polícia Civil goiana no cumprimento de mandados da Operação Peneira de Vime, que investiga crimes tributários ocorridos no estado vizinho.

Equipes da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários de Mato Grosso (Defaz) cumpriram mandados de buscas ordenados pela Justiça de Goiás contra alvos nas cidades de Cuiabá e Nova Brasilândia e diligências em Chapada dos Guimarães.

A Operação Peneira de Vime é coordenada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) da Polícia Civil de Goiás, em conjunto com a Secretaria de Estado da Economia.

Foram decretados 29 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão temporária e a suspensão das atividades de 17 empresas, bem como o bloqueio de R$ 60 milhões de reais das contas dos investigados.

A investigação da Polícia Civil goiana aponta indícios de um esquema criminoso criado para sonegação de ICMS devido ao Estado de Goiás pela venda de grãos, notadamente milho e soja, para outros estados. A venda era realizada por meio de empresas de fachadas criadas em nomes de laranjas para dissimular os verdadeiros responsáveis pelo pagamento do tributo. O valor atualizado de sonegação dessas empresas já passa dos R$ 100 milhões de reais.

Os mandados decretados pelo juízo da Comarca de Luziânia foram cumpridos em cidades de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Pará e no Distrito Federal.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta