Equilíbrio, treino e hábito de leitura auxiliam estudantes a conquistarem a nota máxima

Elaborar uma boa redação é um dos pontos-chave para ter acesso a boas vagas no ensino superior utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Por esse motivo, a pontuação alta na redação está entre as prioridades dos mais de 3 milhões de estudantes que vão prestar a prova no dia 21 de novembro. O resultado positivo nessa prova em específico não garante apenas a disputa por uma vaga nas universidades públicas mais concorridas do país, mas traz vantagens também para aqueles que querem garantir uma bolsa de estudo em programas como o Fies e o ProUni.

“Para alcançar uma boa nota na redação, é preciso ter uma boa preparação ao longo do ano. Saber escrever bem, conhecer as regras gramaticais e usar corretamente as pontuações, além de estar atento a todos os detalhes que envolvem um texto argumentativo e conhecer sua estrutura”, aponta Jean Karlo, Coordenador de Preparatórios e Idiomas da PreparaTODOS.

A redação é, em geral, um dos principais fatores que geram ansiedade nos estudantes, principalmente pelo fato de que ela pode garantir até mil pontos para aqueles que alcançarem a nota máxima. Diante disso, Jean Karlo elenca pontos que precisam ser observados durante a realização da prova.

“A maior característica das redações do Enem é trazer um tema que aborda questões sociais brasileiras, para as quais o estudante precisa propor uma solução. Por isso, buscar saber quais os principais temas da atualidade podem ajudar na escrita. Todos os anos a prova traz eixos temáticos como educação, saúde, meio ambiente e segurança”, explica o coordenador.

Pensando em contribuir com os estudantes que desejam atingir a nota máxima na redação, a PreparaTODOS, plataforma de educação e empregabilidade, elencou algumas dicas que podem contribuir para o domínio da prova.

1. Escrever redações de diversos temas: Escrever sobre temas diferentes auxilia o estudante a criar repertório. Sendo assim, dissertar sobre temas diversos contribuem para que ele consiga ter um entendimento maior sobre diversos eixos.

2. Treinar a escrita: Exercitar a escrita é essencial para que o estudante tenha domínio sobre o texto dissertativo. Ensaiar a redação, com diferentes temas, faz total diferença durante a prova.

3. Estudar eixos temáticos da atualidade: Pesquisar, ler notícias e estudar eixos temáticos da atualidade, como saúde, meio ambiente, educação e segurança também são outras dicas que podem contribuir para que o candidato consiga se sair bem na redação.

4. Manter o hábito da leitura: Ler é um ato que faz total diferença para aqueles que desejam escrever bem. Afinal, a leitura auxilia no desenvolvimento cognitivo dos candidatos, além de ajudá-los a criarem repertório e vocabulário para a escrita.

5. Dominar as competências avaliadas pelo Enem: Em geral, nas redação do Enem são avaliadas cinco competências: (I) demonstrar domínio da norma culta da língua portuguesa; (II) compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo; (III) selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; (IV) demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e (V) elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Sobre a PreparaTODOS:

A PreparaTODOS é uma plataforma de educação e empregabilidade criada com o objetivo de entender a história de vida de cada um de seus alunos e conectá-los ao seu potencial, acompanhando seu caminho para o sucesso em todas as fases de sua jornada. Hoje a ferramenta é 100% digital, baseada no formato de assinatura e oferece mais de 1.250 cursos profissionalizantes em mais de 45 áreas, preparatórios para Enem e Encceja, e cursos de idiomas.

Vertente educacional do Grupo Cartão de TODOS, desde o seu lançamento em 2018, a empresa já capacitou mais de 200 mil jovens e adultos de classe C e D.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta