Com foco na inovação, educação municipal se torna referência nacional ao implantar projeto que utiliza uma plataforma totalmente virtual para levar robótica para toda a rede de ensino

Para marcar o início da novidade, Sinop recebeu a carreta itinerante do projeto, conhecida como “Tecnomob”, que conta com um espaço maker completo, estruturado com equipamentos tecnológicos de robótica, composto por impressoras 3D, máquinas laser, notebooks, além de robôs, rovers e drones.

Ao todo, 10 mil alunos do ensino fundamental de 17 escolas de Sinop começarão a fazer parte deste projeto inovador que ensina robótica pela tela do celular.

O prefeito de Sinop, Roberto Dorner, destaca a importância desse projeto na educação municipal.

“Eu acredito que Sinop tem potencial para ser modelo em Educação. E prova disso é que seremos o primeiro município do Brasil a implantar o Projeto Robótica Espacial, em 100% de nossas escolas municipais de ensino fundamental”, disse. “Tudo isso, porque esta gestão entende que as crianças são o futuro da nação e somente a educação de qualidade poderá dar um destino digno e feliz aos nossos pequenos”, apontou o gestor.

A secretária municipal de Educação, Sandra Donato, comemorou a conquista. “Nós, enquanto administração pública, firmamos essa parceria na qual nossos estudantes aprenderão a montar seu próprio robô pela tela do celular, e terão a oportunidade de ver, na prática, o que foi desenvolvido no meio virtual, na impressora 3D”, explica a secretária ao explicar que o projeto é fruto de uma parceria com a FUNETEC, Fundação de Apoio Credenciada no MEC e MCTIC que apoia várias IFES (Instituições Federais de Ensino Superior), que desenvolveu o projeto de robótica totalmente virtual.

O curso de robótica que chega à Sinop é totalmente digital, de autoaprendizagem, com uso de uma plataforma pedagógica que oferece aos alunos conhecimentos teóricos e práticos sobre robótica.

Centro de Robótica Espacial

Paralelo ao curso, será montando o Centro de Robótica Espacial que formará 1000 alunos a cada seis meses. Esse trabalho de formação segue por dois anos, formando novos alunos, ao total deste período 8000 mil alunos serão formados. Um grande avanço para educação municipal.

Formação de Professores

Para acompanhar o processo de aprendizagem dos estudantes por meio da plataforma de ensino, os professores da rede municipal passarão por uma capacitação, na qual vão aprender que tipos de projetos educacionais poderão ser desenvolvidos com os estudantes em sala de aula.

O projeto Robótica Espacial já foi desenvolvido pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), de forma piloto em 250 escolas para mais de 11,5 mil alunos de diversos estados do país.

No curso, cada escola participante recebe licenças para utilização da plataforma educacional, que deve ser baixada do celular ou tablet do estudante. Com a ferramenta, totalmente interativa, o aluno aprende a montar seu próprio robô, na tela do celular e fica conhecendo mais sobre a missão Artemis, da NASA, que é o pano de fundo do aplicativo que ensina robótica.

Sinop em Destaque

Sinop, que já é uma potência nacional do agronegócio, pretende diversificar sua matriz econômica, de olho em futuros investimentos da chamada “Nova Economia”. A ideia é formar um banco de talentos na cidade, com crianças e jovens desenvolvendo múltiplas competências digitais. Por ser um dos maiores produtores de grãos do Brasil, o Mato Grosso precisa ter uma educação que dialogue com a fronteira agrícola de hoje, toda automatizada, com forte implementação de softwares, aplicativos e adoção de serviços tecnológicos.

A ideia da prefeitura, ao criar um banco de talentos com novas habilidades digitais, é reforçar os elos desta ligação agronegócio/TI, com possíveis cooperativas digitais e novos arranjos produtivos.

A educação tradicional segue modelos do passado e não cria novas competências digitais. O projeto do curso de robótica é um primeiro passo de SINOP, em um ambicioso projeto de ensino tecnológico, que prevê, ainda, a implantação de centros de inovação.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta