Pelo oitavo mês, Rondonópolis mantém os resultados positivos na geração de emprego. Em agosto, a cidade abriu mais 772 vagas de trabalho conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

No mês, os dados mostram ainda que Rondonópolis foi a cidade mato-grossense do interior que mais gerou empregos. Somente a capital, Cuiabá, teve saldo na abertura de novas vagas maior, com 1.780 novos empregos criados no período.

Em agosto, 3.800 pessoas foram admitidas em Rondonópolis, enquanto que 3.028 foram desligadas, gerando assim um saldo positivo de 772 vagas abertas. A quantidade de novas vagas de trabalho abertas na cidade em agosto ficou atrás somente dos meses de março, janeiro e julho, quando foram registrados saldos positivos de 1.059, 899 e 832, respectivamente.

O resultado positivo na geração de emprego, em agosto, na cidade foi puxado, principalmente, pelos setores do comércio e da construção civil. O comércio liderou a abertura de novas vagas de trabalho no mês com 270 postos.

Ainda com resultados positivos aparecem os setores de indústria e serviços. Na indústria, a cidade teve o mês mais positivo do ano de 2021 na geração de empregos, com a criação de 144 novas vagas.

O setor de serviços também manteve os bons resultados que vêm alcançando nos meses anteriores e fechou agosto com a abertura de 128 novos postos de trabalho. Somente o setor de agropecuária não registrou saldo positivo em agosto e promoveu o fechamento de 7 vagas de emprego.

Mato Grosso também fechou mais o mês com saldo positivo e abriu em agosto mais 6.035 novas vagas de trabalho. Os municípios que mais se destacaram na geração de empregos no Estado foram Cuiabá, com 1.780 vagas abertas, Rondonópolis (772), Sinop (593), Várzea Grande (372) e Sorriso (362).

Rondonópolis abriu de janeiro a agosto 5.429 novas vagas de trabalho. Em 2021, o setor que mais gerou empregos foi o de serviços com a abertura de 2.345 vagas entre janeiro e agosto, seguido do comércio, que abriu 1.335 novos postos de trabalho, da construção civil, com a criação de 1.009 empregos, indústria, com a abertura de 607 novos vagas e agropecuária, que abriu 133 novos postos de trabalho.

Via | Assessoria  Foto | Wheverton Barros
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta