Uma pessoa com a saúde emocional abalada não consegue desenvolver suas atividades de forma adequada. O estudo é impactado, o relacionamento interpessoal já não é o mesmo, e a produtividade no trabalho também cai. Para atender a demanda de empresários e colaboradores, a Grandy Desenvolvimento Humano, localizada em Cuiabá-MT, criou um programa voltado para a psicologia empresarial.

O serviço é inovador e visa identificar e tratar aqueles colaboradores que estão com o emocional abalado e que não conseguem mais desempenhar suas atividades como antes, além de ter a qualidade de vida totalmente afetada.

Casos de ansiedade, depressão, distúrbios do sono já eram altos no país e subiram mais ainda por conta dos efeitos da pandemia.

“Nunca se reconheceu tanto a área da psicologia nesse aspecto, e se viu que a necessidade de cuidar da saúde emocional do colaborador representa crescimento para a empresa e felicidade, engajamento, comprometimento e fidelidade do trabalhador”, frisa Cynthia Lemos, psicóloga e diretora da Grandy DH.

A diretora conta que sempre atuou na área de recursos humanos, recrutamento e desenvolvimento de pessoas, porém uma demanda que sempre existiu e aumentou com o tempo foi de empresários relatando que o colaborador precisava de um acompanhamento psicoterapêutico, mas que não havia um local especializado para que pudesse indicar.

“Pensando nisso a gente amplia nossa área de serviços, nós que temos a psicologia como base de trabalho, passamos a atender na clínica de psicologia com foco na saúde do profissional. Então o empresário que tiver um profissional desde a alta diretoria até a parte mais operacional, vai encontrar aqui o acompanhamento adequado. Até porque as vezes abrir um departamento dentro da empresa somente para este fim, pode ter um custo elevado, então nosso projeto busca atender essa demanda de forma acessível”, destaca.

Pesquisas comprovam que empreendimentos que cuidam da saúde emocional do trabalhador têm melhores resultados, maior produtividade e comprometimento do funcionário.

Pesquisa feita com alguns funcionários brasileiros, antes da pandemia, mostrou que 1 em cada 4 sentia que a empresa para a qual trabalham não se preocupavam com sua saúde, porém, isso tem mudado.

Algumas empresas têm direcionado os funcionários para atendimento psicológico e outras criaram locais para essa finalidade dentro do espaço corporativo.

Exemplo dessa inciativa são as gigantes Heineken e Ambev. Elas têm espaços de cuidado que avalia e trata o colaborador como um todo, para que ele possa desempenhar suas funções de forma mais satisfatória possível para ele e a indústria.

Dados divulgados pela Fiocruz mostraram que sintomas de ansiedade e depressão afetaram  47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais durante a pandemia de Covid-19, no Brasil, 44,3% têm abusado de bebidas alcoólicas e 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono.

Todo esse prejuízo emocional acarreta em maior número de atestados médicos, baixo desempenho, faltas e diversas outras situações que impactam na performance da empresa.

Já um levantamento global feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) descobriu que a saúde mental afetada causa perda de US$ 1 trilhão na economia mundial.

Por outro lado, o mesmo estudo identificou que para cada US$ 1 investido em ações que promovem melhorias na saúde e bem-estar mental dos colaboradores, US$ 4 são percebidos em ganhos com o aumento da produtividade.

A Grandy DH está localizada na Av. Érico Preza, 655 – Jardim Itália, Cuiabá – MT, 78060-755.

O telefone para contato é (65) 99808-6794 / @GrandyDH / www.grandydh.com.br

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta