A Câmara de Vereadores de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, aprovou nessa quarta-feira (15), um projeto que obriga o uso de sacos transparentes ou translúcidos para corpos das vítimas da Covid-19.

Segundo a proposta, os hospitais públicos e conveniados, funerárias, empresas de sepultamento e enterro serão obrigados a utilizarem sacos transparentes para as vítimas da Covid-19.

Até o momento, são usados sacos pretos.

O projeto é de autoria do vereador Renato Cazanelli (DEM). O parlamentar afirma que a medida busca facilitar a identificação do corpo por parte de familiares ou amigos.

“Isso para a segurança tanto dos órgãos públicos, quanto a estar de fato ali quem deveria estar, a segurança da família de saber que quem está sendo velado é de fato o seu ente querido e o direito a dignidade humana, que é a despedida. Para que a família possa estar vendo de fato a pessoa que está ali em um momento de tanta dor”, afirma.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até esta quinta-feira (16), 529.808 casos confirmados da Covid-19 e 13.688 óbitos no estado.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 175 internações em UTIs públicas e 92 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está 56,45% para UTIs adulto e em 17% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão:

  • Cuiabá (109.230)
  • Rondonópolis (37.383)
  • Várzea Grande (36.781)
  • Sinop (25.540)
  • Sorriso (18.049)
  • Tangará da Serra (17.614)
  • Lucas do Rio Verde (15.544)
  • Primavera do Leste (14.613)
  • Cáceres (11.682)
  • Barra do Garças (10.532)
Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta