A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou cinco municípios de Mato Grosso sobre o bloqueio e suspensão do cofinanciamento de um total de 100 leitos de UTI Covid-19. A medida levou em consideração a redução na taxa de ocupação dos leitos de internação de pacientes em tratamento do coronavírus que, conforme dados do Painel Interativo da Covid-19 desta quarta-feira (15.09), estava em 51,46%.

Conforme notificação, enviada às Secretarias Municipais de Saúde no dia 10 de setembro, foram bloqueados e suspensos o cofinanciamento estadual ao custeio de 10 leitos de UTI do Hospital Santa Casa de Rondonópolis; 10 leitos de UTI do Hospital Santa Rita, em Alta Floresta; 15 leitos de UTI do Hospital Regional de Nova Mutum; 5 leitos de UTI do Hospital Coração de Jesus, em Campo Verde, e 60 leitos de UTI do Hospital São Benedito, em Cuiabá.

Se não fossem bloqueados, esses leitos seriam pagos sem a devida utilização, uma vez que há queda constante na taxa de internação por Covid-19.

As gestões municipais têm ciência de que o cofinanciamento de leitos é realizado enquanto perdura a necessidade, podendo haver a suspensão imediata no momento em que há a diminuição da demanda por internação.

Além da constante redução na taxa de ocupação dos leitos, a decisão considera ainda a necessidade do retorno gradativo a o atendimento público e à realização de cirurgias eletivas.

Hospitais Regionais

A SES-MT também trabalha no reordenamento de leitos Covid-19 da própria Rede Estadual. No momento, cerca de 80 leitos de UTI dos hospitais geridos pelo Estado foram bloqueados. Parte desses leitos serão destinados para o atendimento de cirurgias eletivas.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta