Apoiar entidades do terceiro setor tem sido uma das prioridades da atual gestão. Dessa forma, na tarde desta quarta-feira (8), no Paço Municipal, o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, se encontrou com representantes do Rotary Club da Vila Operária para fazer a entrega simbólica de uma soma da ordem de R$20 mil que serão destinados à aquisição de aparelhos que contemplem pessoas com mobilidade reduzida, como cadeiras de rodas, andadores, cadeiras de banho e muletas.

O Rotary tem uma relação direta com a comunidade, muito próxima às pessoas com deficiência. Então, sua colaboração é incomensurável”, afirmou o prefeito que aproveitou a ocasião para homenagear um dos fundadores do Rotary da Vila Operária, falecido no início deste ano, vítima de Covid: “Além de cumprimentar nosso presidente Dalécio, quero lembrar da figura do vereador Juary Miranda de Moraes, que idealizou tudo isso. Um vereador maravilhoso, que eu tive a oportunidade de conviver com ele como vereador, fui vereador com ele, e também, como cidadão, como ser humano”.

Unindo-se ao Rotary na missão de servir ao próximo e combater doenças, a Prefeitura repete a parceria que já firmou anteriormente. “Essa é a segunda vez que o prefeito José Carlos do Pátio contempla o Rotary da Vila Operária com valores para apoiar nosso trabalho”, lembrou o presidente da entidade, Dalécio Aparecido Rosa. Ele esclareceu que todos os equipamentos são destinados a indivíduos menos abastados que necessitem deles e não têm condições de adquiri-los e que eles são cedidos em regime de comodato ou permanentemente, conforme o caso.

Dalécio ressaltou que, antes que a peça seja entregue para usufruto, o beneficiado deve apresentar documentação que será submetida à análise de uma equipe de rotarianos que avalia se o perfil do solicitante atende aos critérios estipulados para a cessão. “O projeto é voltado a pessoas de baixa renda. Além do exame dos documentos, alguns membros do clube fazem uma visita àquele que deve ser contemplado para constatar sua real situação, afinal a demanda é muito grande e, então, é preciso fazer esse filtro”, comentou. Segundo ele, a procura aumentou no período de pandemia: “As pessoas saem muito debilitadas da doença e, por causa disso, tivemos uma busca ainda maior daqueles que enfrentam o pós-Covid”.

Ele ainda especificou como será aplicada a quantia recebida da Prefeitura: “Nós já fizemos a cotação e vamos adquirir 35 cadeiras de rodas, 20 cadeiras de banhho, dez muleas, dez andadores e duas cadeiras para pessoas obesas, com mais de 120 quilos”.

Sentindo-se orgulhoso e gratificado, Pátio frisou o valor dado pela atual Administração Municipal a organizações sem fins lucrativos que, com atuação social, ofertam sua contribuição por meio das atividades voluntárias realizadas pelos seus membros. “Eu acho que a gente tem que trabalhar com os clubes organizados e temos visto um trabalho maravilhoso do Rotary, da Maçonaria, do Lions Club, da Apae, do Lar dos Idosos, do Lar Cristão, do Recanto Fraterno, do Recanto dos Idosos, da Casa Esperança que são entidades que cumprem um papel importante e colaboram muito conosco. Elas são fundamentais. Na nossa gestão nós praticamente dobramos recursos para essas entidades, por exemplo, tem entidades que recebiam R$4 mil a R$5 mil mensais e, hoje, recebem R$20 mil por mês. Então, na figura do Rotary, eu agradeço a todas as entidades que estão cumprindo esse papel importante para a nossa sociedade.”, saudou o chefe do Executivo.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta