APÓS VACINAR ADULTOS DE 18 ANOS ACIMA, VÁRZEA GRANDE ANUNCIA PRÉ-CADASTRO E AGUARDA AUTORIZAÇÃO PARA VACINAR JOVENS

Após reunião de avaliação com a área técnica da Saúde Pública de Várzea Grande, o prefeito Kalil Baracat e o secretário Gonçalo Barros, anunciaram a decisão de abrir preventivamente o pré-cadastro para novas faixas etárias abaixo dos 18 anos que já está desde o final de semana passada sendo vacinados em Várzea Grande a segunda maior cidade de Mato Grosso.

“Como nosso planejamento tem funcionado com resultados positivos, decidimos abrir o pré-cadastro para três novas faixas de idade porque entendemos que todos devem ser vacinados diante de uma pandemia da COVID 19 que a ciência e a medicina não conhecem em toda sua realidade”, disse Kalil Baracat.

Desde às 24 horas desta quinta-feira, 26 de agosto, estão abertos os pré-cadastros para as seguintes faixas de idade;

  • 12 a 17 anos com comorbidades;
  • 15 a 17 anos sem comorbidades;
  • 12 a 14 anos sem comorbidades.

O prefeito e o secretário de Saúde, Gonçalo Barros frisaram que essas novas faixas dependem de novas remessas de doses de vacinas entregues pelo Ministério da Saúde e autorização do mesmo para essas novas faixas etárias além da definição dos mesmos no Plano Nacional de Imunização – PNI.

“Seguimos a risca as determinações dos Governos Federal e Estadual, tanto que já formalizamos os pedidos para podermos avançar, então é necessário que as pessoas compreendam que aguardamos a autorização e a entrega para essas novas faixas, o que em nosso entendimento não deverá demorar mais do que alguns dias”, explicou Gonçalo Barros.

O titular da Saúde de Várzea Grande frisou também que a estrutura da Secretaria de Saúde do Município está preparada para a aplicação de doses de reforça para idosos de 70 anos ou mais e aquelas pessoas imunossupressoras.

“Existindo a vacina disponível e autorização do Ministério da Saúde, nós iremos cumprir todas as determinações e vacinar a todas as pessoas, até porque os números têm demonstrado que as vacinas têm efeitos e salvam vidas”, disse Gonçalo Barros.

Já o prefeito Kalil Baracat acrescentou que para se manter a ordem das coisas é necessário que a coordenação central do Ministério da Saúde seja eficiente e tenha disponível os imunizantes para vacinar as pessoas.

“Estamos em contato direto com o Ministério da Saúde e com o Governo do Estado através do secretário de Saúde Gilberto Figueiredo para que as decisões sejam coordenadas e os resultados buscados que são a vacinação das pessoas aconteçam sem atropelos”, disse Kalil Baracat.

Tanto o prefeito de Várzea Grande como o secretário de Saúde, o avanço na vacinação e os índices baixos de contaminação não podem e não devem ser estímulo para as pessoas relaxarem nos cuidados pessoais que todos devem ter como manter o distanciamento, uso de máscara e meios de higienização como álcool em gel e muita água e sabão.

“Se possível iremos flexibilizar ainda mais as regras de funcionamento de setores da economia, mas tudo com muito planejamento, cuidado e principalmente resguardando a vida das pessoas”, frisou Kalil Baracat alertando que não se furtará em adotar medidas mais endurecidas caso haja novo descontrole na pandemia da COVID 19 e as pessoas deixem de compreender suas responsabilidades em todo este processo da doença que tomou conta de todas as pessoas em todo o Mundo.

Kalil Baracat reforçou o pedido para que as pessoas procurem seus direitos de serem vacinados e evitem que o vírus possa se multiplicar e novas variantes surjam pela propagação do mesmo. “Eu perdi parentes e todos conhecem vidas que foram ceifadas, portanto, é importante não relaxar e seguir as regras e ser vacinados, por isso apelo que todos procurem pois estaremos prontos para imunizar a todos desde que existam as vacinas necessárias”, disse Kalil Baracat.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta