Recurso cresce cada vez mais e é sinônimo de conforto e segurança para pacientes

Mesmo não sendo uma novidade nos serviços de saúde, o atendimento domiciliar ganhou mais visibilidade com a pandemia do novo coronavírus, quando as pessoas passaram a ficar mais em casa a fim de evitar a propagação da doença.

Buscar o conforto na hora da assistência à saúde é essencial para uma melhor reabilitação, mas ainda há pouca informação a respeito dos benefícios do home care, sobre o qual também pairam muitas dúvidas. Confira cinco curiosidades sobre o serviço:

1. Atendimento domiciliar é diferente de internação domiciliar

Receber atendimento domiciliar é diferente de estar em uma internação domiciliar. Gerente comercial da Lar e Saúde, referência nacional em atenção domiciliar, Nathalie Baggio explica que há uma grande diferença entre as duas modalidades de cuidados.

“O atendimento domiciliar geralmente é voltado aos pacientes com menor complexidade, isto é, com menor necessidade de acompanhamento especializado, como aqueles que precisam de algumas sessões de fisioterapia, visita médica ou outra especialidade, para receber medicação ou curativo, por exemplo”, conta. Normalmente são atendimentos com prazo mais curto, muitas vezes pontual.

Já a internação domiciliar demanda a permanência de um técnico de enfermagem com o paciente, por períodos de 6h, 12h ou até mesmo 24h, pode ter necessidade de ventilação mecânica. Esse paciente é mais dependente de cuidados, geralmente é acompanhado por um time de profissionais da saúde, faz uso de medicação e dieta, por exemplo. Esse paciente geralmente está hospitalizado e seguirá com cuidados em casa.

“É a condição do paciente e o pedido médico que indicam se ele pode ou não ter alta hospitalar e ir para casa para a continuidade do atendimento. O hospital é um lugar para enfermos que estão instáveis geralmente, que precisam obrigatoriamente daquele recurso. Em casa, o paciente pode ser cuidado por uma equipe técnica que tanto estará focada na reabilitação quanto na qualidade de vida, além de abordagens como os cuidados paliativos que possibilita que o paciente esteja em casa em seus últimos dias de vida. A possibilidade de estar no conforto do seu lar torna o período em que o paciente está doente ou se recuperando, mais leve, com mais acolhimento, sem restrições necessárias em hospitais como por exemplo, horários para visitação, em casa é muito mais agradável”, diz Nathalie.

2. O home care pode ser para qualquer perfil

Um atendimento domiciliar não se restringe apenas àqueles que não podem sair de casa. É verdade que a maioria dos pacientes são idosos ou aqueles com dificuldades de locomoção, como pessoas com deficiência, casos pós-cirúrgicos, indivíduos que precisam de suporte de oxigênio, pacientes que sofrem de doenças cardiovasculares. A pandemia de Covid-19, entretanto, fez crescer a aderência de outro perfil de paciente ao serviço.

“As pessoas têm evitado ir a consultórios e hospitais, tanto para acompanhamento de rotina quanto para casos agudos. Nesse cenário, elas podem experimentar o teleatendimento, que nós também ofertamos, ou serem atendidas com visita presencial em seu domicílio, com menor risco de contágio e exposição”, conta a gerente da Lar e Saúde.

3. O paciente pode ter equipamentos hospitalares em casa

No atendimento domiciliar, é possível disponibilizar praticamente todos os tipos de equipamentos que forem de necessidade do paciente, como respirador mecânico, bomba de infusão de medicações e dieta, concentrador e cilindro de oxigênio, entre outros. A respeito do transporte do paciente para casa, é possível que ele seja realizado no próprio veículo da família. Se o caso for mais grave e haja dificuldades de locomoção, entretanto, uma ambulância pode ser acionada.

4. Cada paciente recebe um atendimento personalizado

Para uma melhor reabilitação, há uma avaliação individual, utilizando formulários específicos para a elaboração de um plano de cuidados adequado para cada paciente. As necessidades, afinal de contas, variam de pessoa para pessoa.

“Temos desde paciente que conta com um concentrador de oxigênio em casa e recebe visita de fisioterapia para reabilitação até uma pessoa em internação domiciliar que conta com serviço de enfermagem 24h e plano de cuidados bem robusto”, o que define quanto de atendimento é necessário é a doença, prognóstico e situação do paciente no momento, comenta Nathalie.

5. Profissionais de saúde em atendimento home care passam por capacitação especializada

No caso da Lar e Saúde, para que possa entregar um serviço de qualidade, há uma sala de treinamento e capacitação que simula um quarto com paciente disponível para treinamento. Ali, há um boneco que possibilita treinar punção venosa, infusão de medicação, aspiração de vias aéreas, com todos os equipamentos utilizados em casa. Nesse ambiente, o profissional é treinado para desempenhar todos os cuidados que o paciente demanda. Além disso, existem treinamentos remotos e materiais sobre segurança do paciente.

Teoricamente, todo profissional de saúde pode realizar atendimentos domiciliares, mas a gerente da Lar e Saúde alerta que nem todos tem perfil para prestar esse serviço.

“No atendimento domiciliar, a capacidade técnica é fundamental, e o comportamento do profissional é um ponto que precisa ser diferente, porque ele está entrando na casa do paciente. Precisa ser uma pessoa empática, que entenda qual é o limite dessa relação, compreenda que está ali para atender o paciente”.

Além disso, é necessário ter maturidade para compreender o ambiente no qual está adentrando. É preciso ter habilidade, porque em muitos casos a família está bastante fragilizada.”

Lar e Saúde

A Lar e Saúde presta serviços de Atenção Domiciliar em todo o Brasil desde 2002. Suas equipes são formadas por médicos generalistas e de diferentes especialidades, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas que o paciente necessitar, disponibilizando toda estrutura necessária para um tratamento personalizado e humanizado.
Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta