Donativos auxiliam unidades a reduzirem custos operacionais

Unidades de saúde de Cuiabá e Rondonópolis receberam 14.500 metros de tecidos da Associação Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) para confecção de enxoval hospitalar. Com a doação, os hospitais conseguem reduzir custos operacionais e otimizar o orçamento.

Os tecidos serão utilizados para a produção de roupas de cama, confecção de uniformes e capote para centro cirúrgico. Hospital do Câncer de Mato Grosso (HCan), Hospital Santa Helena e Santa Casa de Rondonópolis foram as unidades escolhidas para receber os donativos.

Para o agricultor e também presidente da AMPA, Paulo Sérgio Aguiar, esse auxílio contribui bastante com as unidades hospitalares e também ajuda a amenizar a dor de pacientes que passam pelas por elas. “Nesse momento de pandemia, os custos operacionais com enxoval são maiores. Esperamos que esse auxílio possa contribuir bastante para essas unidades”, ponderou Aguiar.

A costureira Lourdes Ribeiro, 66, trabalha há 19 anos no HCan. Ela é a responsável por confeccionar a roupagem utilizada pelos pacientes e equipe médica. “Me sinto muito feliz em ver que recebemos esse material. Ações como essa são essenciais”, pontuou.

A administradora do Hospital do Câncer, Silvia Negri, ressalta a importância da doação. “O tecido recebido é destinado para a confecção do enxoval, que deve ser renovado periodicamente, uma vez que envolve a segurança dos pacientes e colaboradores”, disse.

Segundo a diretora do Hospital Santa Helena, Zoraida Hanna Mady, e que atua há 32 anos na unidade, quando foi informada sobre a doação, estava enfrentando momentos de dificuldade para aquisição.

“Estava em falta. Nós temos uma grande demanda pela produção de roupagem, porque a lavagem e desinfecção constante provoca mais desgastes que o normal. Enxoval é um item caro dentro do hospital. Então, veio no momento certo”, pontuou Zoraida.

A Santa Casa de Rondonópolis também foi agraciada com parte do material adquirido pela AMPA. Para o presidente da Associação, Paulo Aguiar, essa contribuição só foi possível devido à união dos agricultores, que se preocuparam em atuar de forma parceira para auxiliar o próximo.

“Nesse momento de pandemia, pela necessidade ainda maior de higiene, os custos operacionais com enxoval devem ser grandes. Esperamos que esse auxílio possa contribuir bastante para essas unidades, que salvam a vida de tantos mato-grossenses”, ponderou Aguiar.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta