Sonza recebeu fotos de armas e mensagens que ameaçavam a ela e sua família, algumas diziam que iam “chamar a tropa” e encontrar a artista. “Vou te desossar, tacar fogo em você”, dizia um dos áudios enviados a cantora. “Rapariga, fuleira, filha da p*ta, desgraçada. Vamos comer tua família todinha viva”, falava a voz de um homem em uma das mensagens reproduzidas no dominical.

De acordo com a reportagem, Luísa foi diagnosticada com depressão e síndrome do pânico em setembro de 2020. Depois da intervenção de sua equipe, a cantora procurou auxílio jurídico e denunciou os ataques sofridos nas redes sociais.

Logo após a exibição da reportagem na TV Globo, a frase “Justiça por Luísa Sonza” apareceu entre os assuntos mais comentados do Twitter. Os fãs da cantora se mobilizaram e pediram agilidade da justiça para lidar com casos semelhantes aos da artista.

Uma fã brasileira encontrou a artista que está no México, com o namorado Vitão, depois de adiar o lançamento de seu próximo álbum.

Comunicado

“Após os últimos acontecimentos relacionados à cantora Luísa Sonza, a artista ficará afastada das redes sociais por um tempo para cuidar de sua saúde mental, sendo prioridade agora. Aos fãs que estavam ansiosos pelo lançamento do seu novo álbum, informamos que este projeto que estava previsto para ser lançado no fim deste mês, será adiado (ainda sem nova previsão para lançamento)”, diz o comunicado.

Redes sociais administradas pela equipe

Luísa Sonza está com o namorado Vitão no México, acompanhando-o em sua agenda profissional. Por ora, suas redes sociais serão administradas por sua equipe, para dar continuidade com os posts que fazem parte de contratos comerciais – os famosos publiposts. A assessoria da cantora afirma que, mesmo sem novos posts, ela continua sendo atacada.

“Aproveitamos para ressaltar que Luísa, junto com seu namorado, o cantor Vitão, continuam sofrendo ataques verbais pelas ruas e nas redes sociais, por inverdades ditas na internet. Pedimos mais uma vez respeito e empatia pelo próximo. Todas as medidas cabíveis para as pessoas que continuam com estes ataques estão sendo tomadas”.”, diz o comunicado.

Via | Popline
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta