Com a eleição suplementar que será realizada em 1º de agosto para prefeito, o PSB, terceiro maior partido político em número de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no Estado, pode aumentar em até três, o número de prefeitos filiados ao partido, já que pretende lançar candidatura nos três municípios onde vai ser realizada a disputa eleitoral, sendo Torixoréu, Acorizal e Matupá.

“Temos bons nomes tanto em Acorizal quanto em Matupá que estão conversando com o diretório regional para alinhar a viabilidade eleitoral. Temos até o dia 17 de junho para definirmos esses nomes. O PSB tem chances importantes de aumentar em até três o número de prefeitos no partido, o que significará mais força para desenvolvermos políticas públicas que alcancem o maior número de cidadãos mato-grossenses”, define o presidente regional do PSB, o deputado estadual Max Russi.

O PSB Mato Grosso conta com 13 prefeitos eleitos, nove vice-prefeitos e 141 vereadores, sendo a terceira maior sigla política no Estado em número de eleitos.

Em Torixoréu, o PSB conta com o vereador Tiago Timo, que é presidente da Câmara e é prefeito interino desde 1º de janeiro deste ano. A eleição suplementar no município será realizada após a prefeita reeleita Inês Coelho (DEM) ter sido impedida por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em razão de ser esposa do ex-prefeito Odoni Mesquita, que foi chefe do Poder Executivo Municipal entre 2013 e 2016.

A legislação eleitoral não permite que um mesmo grupo familiar assuma o Poder Executivo por dois mandatos consecutivos, para que não haja perpetuação no poder.

Em Acorizal e Matupá, o PSB está em diálogo com lideranças políticas que se colocaram à disposição do partido para a eleição suplementar. O anúncio dos pré-candidatos deve ocorrer em junho.

Tanto em Acorizal quanto em Matupá, os prefeitos eleitos em 2020, foram cassados porque foram condenados em ações de improbidade administrativa.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta