O Ministério da Saúde anunciou que encaminhará no domingo 600 mil testes rápidos de Covid-19 a São Luiz, no Maranhão, onde tripulantes de um navio foram diagnosticados esta semana com a variante indiana do coronavírus.

Os testes devem ser aplicados em pessoas sintomáticas e assintomáticas nos aeroportos, rodoviárias, pontos de fronteira e outros locais de grande circulação no Estado, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, neste sábado.

Aqueles que forem diagnosticados com Covid na testagem devem fazer o exame rt-pcr com pesquisa genômica para eventual identificação da variante. Também devem ficar em quarentena e seus contatos recentes serão rastreados para testagens adicionais.

“Estamos atentos também a casos que possam surgir em outros Estados e a conduta será a mesma”, disse Queiroga. Ele afirmou que ainda não foi identificada no país a transmissão comunitária da variante indiana.

O ministro disse que a testagem no Maranhão faz parte de um esforço mais amplo em que o ministério distribuirá um total de 2,4 milhões de testes que devem ser aplicados, por meio de busca ativa, em diferentes pontos do país.

Na segunda-feira, a equipe de Queiroga se reunirá com representantes do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais e Municipais de Saúde (Conass e Conasem) para definir os detalhes da distribuição mais ampla de testes.

Via | Reuters
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta