A Defensoria Pública de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Estratégica em Direitos Coletivos na área da Saúde (Gaedic Saúde), enviou um ofício ao prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin (MDB), pedindo informações sobre os valores recebidos pelo município da União durante a pandemia, o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a quantidade de vacinadas recebidas e aplicadas até agora.

O pedido foi protocolado nesta terça-feira (30). A prefeitura tem um prazo de cinco dias úteis para responder aos questionamentos.

O G1 entrou em contato com a prefeitura, por meio da assessoria de imprensa, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

De acordo com a Defensoria, a mesma solicitação de informações será encaminhada a todos os prefeitos dos 141 municípios do estado nos próximos dias.

Segundo a Defensoria, no dia 2 de março, o Gaedic Saúde fez uma solicitação ao Ministério da Saúde para reabilitar os leitos de UTI para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19 custeados pelo Governo Federal que foram gradualmente sendo desabilitados pela União de setembro a dezembro do ano passado.

Já no dia 22 de março, a Defensoria a União ingressam com pedido de tutela de urgência para que o Governo Federal fornecesse oxigênio medicinal às unidades de saúde de 28 municípios no norte do estado que corriam risco de falta do insumo.

O pedido foi acatado pela Justiça no dia seguinte (23) e, no último domingo (28), aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) entregaram 340 cilindros de oxigênio em Sinop.

A Defensoria informou que agora será feito o mapeamento dos dados dos municípios.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta