O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse que um dos maiores entraves para ampliar os leitos de UTI para pacientes com Covid-19 é a falta de profissionais de saúde para atender a demanda. Os hospitais do estado estão com 96,6% dos leitos de UTI para Covid ocupados nesta sexta-feira (5).

“Para abrir leitos de UTI precisamos ter equipamentos, instalações adequadas e profissionais da saúde à disposição. Neste momento temos poucos profissionais disponíveis”, disse.

Os editais lançados para a contratação de empresas, muitas vezes, não têm interessados. “Tem editais que lançamos seis vezes consecutivas para acudir o interessado pela dificuldade que as empresas têm de contratar todos os profissionais necessários para tocar um conjunto de leitos de UTI”, disse.

Sobre os leitos bancados pelo governo federal no estado, Gilberto afirmou que o Ministério da Saúde sinalizou que vai habilitar todos os leitos que foram desabilitados quando o número de casos da Covid-19 estava reduzindo.

Gilberto afirma que o estado até tem condições, estrutura física, para ampliar os leitos, mas não tem profissionais para atender a demanda. Segundo ele, nos últimos dias, foram abertos 90 novos leitos do SUS, sendo que a maioria na Santa Casa de Cuiabá, no Hospital Metropolitano e no Hospital Regional de Sinop.

O aumento de casos de internação, que causou um colapso na rede estadual de saúde, na avaliação do secretário, se deve à circulação das novas variantes.

“As novas variantes que estão circulando têm 50% mais letalidade que a primeira e uma capacidade de contaminação muito maior que a primeira, por conseguinte teremos um número muito crescente de pessoas infectadas e, quando a gente chega naquele universo de 5% das pessoas infectadas que vão demandar de hospitalização, não teremos a capacidade de atender”, afirmou o secretário.

Lotação

Mato Grosso está com 96,86% dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 em hospitais públicos ocupados. Para atender a população dos 141 municípios, apenas 37 leitos estão disponíveis em todo o estado. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Segundo o Painel Covid-19, até essa quinta-feira (4), dos 21 hospitais que atendem as regionais de saúde em Mato Grosso, 11 estão lotados.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta