Um menino de 7 anos, filho de um fazendeiro de Nova Brasilândia relatou à mãe dores no ânus enquanto tomava banho, na última sexta-feira (26). Ao investigar o que estava aconteceu, a família descobriu que a criança estava sendo estuprada por um funcionário de 50 anos, que trabalhava há anos na propriedade e de muita confiança dos patrões.

O menino foi encaminhado ao hospital, onde recebeu atendimento médico, fez exames, foi medicado e as lesões anais constatadas.

O estuprador foi denunciado na Delegacia de Polícia Civil, onde o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso e orientar a família.

De acordo com a ocorrência, a criança teria saído com o suspeito na sexta para buscar o pai em determinado ponto da fazenda. No entanto, no meio do trajeto, próximo a um córrego, o acusado parou e cometeu o estupro.

O menor teria afirmado ainda que esta não foi a primeira vez que o acusado o violentou.

Após as apurações iniciais os investigadores saíram em busca do paradeiro do acusado, porém, o homem estava fora da cidade. Os policiais fizeram o monitoramento e quando o estuprador retornou foi detido e encaminhado à unidade policial.

Ele foi ouvido pelo delegado de plantão, a ocorrência foi registrada como estupro de vulnerável.  O criminoso colocado à disposição da Justiça.

A ocorrência segue em andamento e os policiais civis investigando todos os fatos.

Via | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta