A Polícia Militar lamenta e informa com pesar a morte do sargento Jildeni de Souza Lima, de 43 anos, ocorrida na madrugada deste sábado (27.02), em um hospital privado de Cuiabá.

Jildeni estava lotado no 4º Batalhão de Várzea Grande, tinha 27 anos de carreira militar, dedicando os últimos quatro como instrutor do Proerd (Programa de Resistência às Drogas). Atuava no trabalho de prevenção, ensinando estudantes de escolas públicas, crianças e adolescentes, a resistirem às drogas, álcool e violência. Também atuava na Patrulha Maria da Penha em Várzea Grande.

O sargento apresentou sintomas no final de semana passado e testou positivo para a Covid-19. Esta semana precisou de cuidados médicos, sendo internado no Hospital São Judas Tadeu. Na madrugada de hoje, sofreu uma parada cardíaca e mesmo depois de ser submetido a tentativas de reanimação acabou morrendo.

O corpo do sargento será transladado para a cidade de Colorado do Oeste, Estado de Rondônia, onde residem seus familiares. Jildeni era solteiro, mas deixa um filho, familiares e muitos amigos e colegas de farda.

Em luto, o tenente-coronel Darwin Salgado Germano lamentou a perda do sargento Jildeni, destacando a importância do trabalho que o policial desenvolveu por meio do Proed e outras unidades pelas quais servindo a sociedade mato-grossense.

Via | Assessoria Gov.mt

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta