Mayra Cardi passou por um momento delicado em sua vida. A master coach contou que havia passado por um renascimento e encontrou o caminho da fé.

Em uma live com Arthur Aguiar, a influenciadora digital revelou seus novos hábitos e o que havia mudado em sua vida desde sua conversão.

“Sempre gostei de ser uma pessoa muito livre, postei muitas fotos do jeito queria. Se eu pudesse postava foto pelada, mas o Instagram me derrubaria… Sempre gostei dessa liberdade em todos os sentidos, com o meu corpo, com o que eu falo… Deus entrou na minha vida. Muda tudo quando ele entra, seus valores mudam. Nunca me preocupei com a opinião dos outros, sou muito segura do que eu quero. Mas não consigo mais usar filtro de Instagram e não consigo mais usar decote”, disse.

Mayra narrou uma situação que viveu com Arthur: “Eu estava na piscina e o Arthur começou a me filmar. Fiquei incomodadíssima. Eu de maiô de velha e feliz. E ele: ‘O que foi? Você não queria que eu te filmasse? Está incomodada?’. É assim que eu me sinto no século 21”.

Ela continuou e ainda falou sobre seu passado: “O Arthur me falou: ‘Como é que você olha a sua rede social e se sente?’. E eu: ‘Muito feliz’. Não vou apagar absolutamente nada. Aquela era eu. Me sentia muito segura. Graças ao meu passado, sou quem eu sou hoje. Não apago nada do meu passado e não quero esquecer nada. Inclusive em todos os âmbitos e erros da minha vida.”.

SOBRE A CONVERSÃO DE MAYRA

Na ocasião, a master coach detalhou o que aconteceu. Mayra disse que estava em uma viagem em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, com algumas amigas quando começou a se sentir muito mal.

Ela disse perdeu o controle de todo o corpo: “Não conseguia falar, a minha voz não saía, eu não conseguia ver, meus olhos estavam completamente pretos e eu tinha certeza de que eu ia morrer dentro daquele quarto. Eu não conseguia pedir ajuda, não conseguia falar, me sentia definhando, seca e com muita sede”.

Foi então que Pétala Barreiros, que estava presente na viagem, começou a orar para que ela melhorasse e fosse curada.

“Tudo em volta dela estava preto e ali percebi que estava em guerra espiritual. Ela ali firme chorando e eu não conseguia me mexer. Comecei a vomitar. Me sentia pequena, humilhada, como se eu não valesse nada. Eu estava para ir a qualquer momento. Acreditava que só melhoraria quando o Arthur chegasse junto com o nascer do sol”, relatou.

“É como se eu estivesse vivendo o infinito, a eternidade no interno. Eu neguei Jesus três vezes, era o aniversário de 33 anos da minha amiga Marcela, a luz acabou três vezes e o Arthur chegou em três horas. Entreguei minha vida nas mãos de Deus e conforme me joguei tudo passou e eu fiquei 100% boa. Tudo aconteceu da maneira mais mágica. Nunca imaginei que fosse tão fraca e que a vida fosse ser tão mais leve e feliz. Nunca senti tanta felicidade, gratidão, amor no meu coração. Nunca entendi o que é deixar as mãos na vida de Deus”, disse.

“Nunca senti tanta gratidão. A gente não sabe nada dessa vida. Quando você encontrar Deus de verdade no seu coração, você não vai ter medo. Vai ter forças de uma maneira leve. Se tiver Deus no seu coração o pior vai passar. Nunca o louvor fez tanto sentido, nunca Deus fez tanto sentido”, contou.

Via | Máxima

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta